Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

sábado, 31 de março de 2012


Queridos leitores busquem em Deus o carinho, o conforto e o amor que vocês precisam. Não coloquem a felicidade de vocês nas mãos de outra pessoa.  Ninguém tem o poder de fazer isso. Ninguém tem o poder de moldar seu coração. Seu coração já veio moldado, puro e cristalino.  Coloque sua vida nas mãos de Deus e entregue os seus problemas a Ele. Só Deus te dá a verdadeira felicidade, te mostra o melhor caminho e está com vocês para sempre.

sexta-feira, 23 de março de 2012

Dubai: uma verdade que poucos falam

Prostituição e trabalho escravo:

Fugi um pouco do assunto sobre India, pois eu estava vendo alguns vídeos e me veio um assunto que eu gostaria de dividir com vocês. Dubai. Quem tem aquela idéia de que Dubai é a terra do $$, milionários, petróleo, um lugar lindo e maravilhoso, lugar onde você ve ouro nas ruas, gente rica e grifes famosas? 

Quem aqui imagina aqueles arranha-céus e tudo o que o homem pode construir com muito money? Digo construir porque de beleza natural não é o forte..é clima de deserto né, eu também queria o quê! Quando meu marido fez o download das fotos, eu falei: "Mas Dubai é  SÓ issooo???". Muito cimento, diga-se prédios e jardins artificiais. Sem natureza, somente jardins montados, entende? Claro que tinha foto do hotéis, aquela pista de snowboard artificial maravilhosa, quem não sonha em nadar nas águas do golfo Pérsico e shopping..shopping, prédios .. passear nas dunas!..  Ele disse que  também imaginava uma dreamland e se decepcionou hehe

Uma vez meu marido estava comigo no shopping e uma moça queria vender algo muito caro e ele disse que não tinha dinheiro, e ela respondeu: "tem, sim! Indiano..Dubai..money!!"  Essa confusão de indiano, árabe, dubai e rico acontece tanto que nem ligo e nem me dou ao trabalho de ficar explicando.O povo tem que parar com essa idéia de achar que todo mundo que mora ou veio de Dubai é milionário.

Aqui no Brasil foi a vez da Europa ser a dreamland. Até hoje muitas mulheres principalmente do norte e nordeste são aliciadas diariamente para trabalharem de garçonete na Europa para depois voltarem com um bom dinheiro para cá. Quando chegam lá a história é outra. São traficadas, tem o passaporte confiscado e são forçadas a trabalhar em casas de prostituição. Se tentarem fugir são mortas. Essa história já é velha, mas infelizmente o tráfico de mulheres é um problema muito grande no nosso país.

Pois bem, assista também a mentira desse vídeo  "Como as mulheres vivem em Dubai" . Deveria ser  "Como as mulheres sortudas e esposas de maridos ricos vivem em Dubai" pois isso é um caso à parte. Não se iludam com promessas de emprego e dinheiro fácil. Os aliciadores usam a fama de país dos ricos pra enganar quem precisa trabalhar e fazer a vida.

 Dubai: A terra dos sonhos para poucos



Veja o contraste no segundo e terceiro vídeo. Quem quer trabalhar em Dubai, muito cuidado. Tem muitas empresas em sites que anunciam emprego em Dubai. Tenho pena de muitas mulheres da Etiópia e Filipinas que vão para trabalhar como domésticas e sofrem violência física e psicológica de seus patrões. Elas são tratadas como propriedade deles, como escravas. Portanto, quando querem ir embora não têm direito, trancam a porta, não as deixam sair. Sofrem ainda com o ciúme das esposas, pois a mulher vê o marido dando em cima da empregada mas não tem poder de reclamar com o marido. 

Uma moça relatou no vídeo que uma colega dela conseguiu fugir e logo depois os patrões a encontraram e a compraram de volta, bateram nela e a largaram na rua de madrugada. Nunca mais se souberam dela. Todas no vídeo fugiram dessas casas e não têm outra opção se não virarem prostitutas, ou viverem se escondendo. O maior medo de todas, é claro, é a prisão, pois a maioria não tem passaporte, são ilegais e para deixar o país precisam de uma testemunha e dinheiro para comprar as passagens de volta. 

Na prisão se queixam de abuso sexual, e dividem a mesma cela com mulheres doentes.  Muitas não conseguem comprar as passagens porque não receberam o salário e é claro, não encontraram uma testemunha a favor. 

Existem muitos indianos a paquistaneses que também buscam uma oportunidade de uma vida melhor, com grandes promessas de bom salário e boas acomodações, trabalhando nas construções dos prédios monumentais mas também são escravizados, trabalham sem equipamentos de proteção e recebem  às vezes o equivalente a 63 dólares por mês SE receberem.   Inúmeros casos de exploração de trabalhadores e condições análogas a de escravo. Muitos tem família pra criar, ou querem ajudar os pais.  

Realidade 



Indianos e paquistaneses explorados. Trabalhadores da Etiópia e Bangladesh, Afeganistão e Iraque estão entre eles. Os que não são ilegais tem o passaporte confiscado. Foram enganados com falsas promessas, não recebem o valor combinado e ainda são obrigados a pagar a estadia e a comida. 

Trabalho escravo 

 É uma realidade cruel,  muito triste e não sei por que marketing e dinheiro, claro!  a mídia esconde. Só procurar no youtube que encontra muita  coisa a respeito.

Fiquem atentos!!


quinta-feira, 15 de março de 2012

Direito de escolha

Encontrei a música que tanto gosto, não sei por que mas me dá uma paz muito grande quando a escuto. Finalmente descobri o nome do artista Karunesh. Conheço a música pelo nome de Punjab, mas o filme mostra cenas  de uma cidade do Rajastão, Jaiselmer. Portanto não sei a verdadeira origem da música, acredito que esteja em punjabi e urdu (me corrijam se eu estiver errada). Trata-se de uma história sobre dois pais, ambos do mesmo vilarejo mas de pensamentos diferentes. A moça que se casa no vídeo é a filha que não tem direito de escolhas nem mesmo sobre quem será seu futuro marido. Já a filha do outro pai tem todo o direito de escolher seu parceiro e chega em casa com a pessoa que ela quer se casar. Trata-se do direito de escolher seus próprios parceiros.

Um tema ainda cheio de tabus na India, onde a maioria dos casamentos são arranjados.  Até hoje me pergunto como a família do meu marido aceitou, sério mesmo, ainda mais se tratando de uma família do Punjab da casta Jat_ que não se mistura de jeito nenhum imagina uma firangi?_ (tenho quase certeza de que ele só contou que ia casar quando já tinha comprado as passagens rs) é claaaaaro que ele diz que sempre falou sobre a gente para os pais, mas sabe como é neh..

Acho que só conseguimos devido o gênio dele, pois é tão teimoso que sempre acaba fazendo o que quer. Teve uma vez que ele sumiu por uma semana. A gente ainda namorava pela internet. Um belo dia arrumaram uma noiva pra ele, e então o garotão fugiu pra uma cidade distante, simplesmente desapareceu por uma semana, falou que perdeu o celular, e depois ficou doente, aí precisou se hospedar na casa de uns amigos...enfim ninguém conseguia contatá-lo foi horrível pois ele nunca deu sumiço, sempre me avisava sobre cada passo que dava. Até que de repente ele apareceu, me ligou e disse que estava bem. É claro que ele ficou com o filme queimado lá .. mas o importante é que ele arrumou um jeito.

Voltando ao assunto do filme, hoje entendo por que as noivas não sorriem nos casamentos.. além de casar com um estranho nunca mais voltam para a casa dos pais. Não tem mais nenhuma ligação com os pais ou irmãos. Apenas com a família do marido. (quero falar sobre isso mais tarde..)


segunda-feira, 12 de março de 2012

..continuação sobre propagandas

gente não encontrei um título para este post, pois como estou entusiasmada com os comerciais gringos, vou continuar o post anterior com mais vídeos. Agora sobre a marca Pond's. Eu adoro essa marca, mas não tinha conhecimento a respeito do conceito nos países asiáticos. É incrível como eles investem em mini dramas. Não só na India, como na China, Filipinas, Tailândia, Vietnã.. Olay, L'oreal, Nivea e Garnier também investem muito nesses cremes, além de algumas marcas não conhecidas aqui no Brasil, todas de forma preconceituosa. As empresas alegam que não criam nada preconceituoso. Apenas se utilizam do preconceito já existente nesses países. Ahhh se pudéssemos resolver os problemas da vida passando um creminho no rosto!

Pond's white - Episódio 1

Episódio 2



Episódio 3

Episódio 4


Episódio 5 - Final



Engraçado que no Brasil nós admiramos um bronzeadinho!

Clarear a pele

Alguns comerciais indianos sobre produtos para clarear a pele..é uma marca muito famosa no oriente. Só acho estranho a conotação entre brancura e sucesso na vida pessoal e profissional. Ou seja, fique branco e o emprego vai bater à sua porta, todos vão gostar mais de você e pedidos de casamento não irão faltar. # fail







quinta-feira, 1 de março de 2012

Jagrata Jai Mata Di

Esse vídeo mostra o que é uma jagrata (como se fosse uma função religiosa, canção religiosa). Essa alegria é contagiante, me sinto muito bem quando assisto esse vídeo, as cores, as danças e adoro também a voz do Saleem! 

Jai Mata Ji é uma saudação para a deusa Durga. Jai é uma saudação, Mata significa mãe e também a forma que os indianos se referem a Durga e Ji quer dizer respeito, quando você chama alguém pelo nome com respeito você diz Ji no final do nome (seria o mesmo que a nossa forma de dizer Sr. ou Sra. em português).

Os indianos acreditam que a deusa fica feliz com essas 3 palavras (Jai Mata Ji).Essa frase também pode se referir a deusas como Saraswati, Laxmi, Samaleshwari, Kali, Tarini, Pataneshwari, Sureshwari, Durga, Tara entre outras.