Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Vídeo - A rotina de um sikh


Disney em Urdu/Hindi

Quem não se lembra dos desenhos lindos da Disney? Até hoje essas músicas permanecem em minha memória, bons momentos da infância! Época que a gente não sabia o que era celular, computador, e a magia dos casais de príncipes e princesas faziam parte de nossa imaginação. Tudo era mágico!

É claro que fui procurar em hindi, fiquei super curiosa como seria a canção dos desenhos Disney!

Hindi - A Bela e a Fera 



Hindi - O Rei Leão (The Circle of Life)



Hindi - Alladin - Sapno ka jahan (A Whole New World)



Urdu - O Rei Leão - Hakuna Matata 



Hindi - Pocahontas (Just Around the Riverbend)






Miojo indiano

Experimentei o miojo da India: Muito bom, mas pra variar, tem  pimenta! Eu fico imaginando como as crianças tem a proeza de comer pimenta no café da manhã, almoço, lanchinho...rs

Como estou enjoada dos miojos daqui, é claro que gostei do Meri Masala (quer dizer meu masala, mix de temperos). Mas só com um copo de suco bem grande ou um lassi pra cortar o efeito da pimenta. E olha que eu adoro comida apimentada!

Só achei que ele fica meio grudento, pastoso, e não fica igual o nosso miojo soltinho parecendo cachinhos! O interessante é que os indianos misturam muitos vegetais e parece ficar gostoso. Outra coisa que gostei também são os pacotes tamanho família com 4 e 8 miojos dentro e com receitinhas no verso para dar uma incrementada no seu macarrão. Já aqui no Brasil é tudo pacotinho pequeno individual poxa, também temos famílias numerosas aqui! Não é só na India! hehe
Se você for pra India, de não deixe de trazer miojo para o Brasil. Tem um mix de aromas e temperos.
Vale a pena trazer nas malas!






Beijos!!

domingo, 27 de janeiro de 2013

Conselhos de amiga: O que fazer e o que não fazer na India

Depois de muito se falar sobre o que aconteceu com a garota em Delhi (apesar de muitos outros casos esse foi o mais divulgado) a preocupação em fazer as malas e ir para a India aumentou. Então vou tentar simplificar ao máximo e ajudar a esclarecer algumas dúvidas sobre como se comportar lá. Essas dicas valem para qualquer parte da India e não só no Punjab.

Você é firangi!
Primeiro, esteja ciente de que lá você é a estrangeira, e toda estrangeira é tratada de forma diferente, começando pelos preços mais altos dos produtos que você deseja comprar até a forma que te olham parecendo que querem invadir até sua alma..seja no Punjab ou qualquer outro Estado da India.

As jovens e as mais branquinhas ou loiras. cuidado redobrado pois chamarão muita atenção em meio a multidão, e não adianta usar roupas típicas, eles saberão que você é gori (a forma como são chamadas as estrangeiras e garotas de pele clara). Os homens enlouquecem por uma gori. Além disso, toda estrangeira é sinal de presa fácil porque é vista de uma forma diferente, eles dizem que as estrangeiras gostam de sexo e são fáceis.

 Os homens de lá tem uma atração muito forte pelas estrangeiras mas isso não quer dizer que as respeitam sempre. Para eles só as indianas são puras e santas, se mesmo assim não respeitam nem as indianas imagine uma gori. Nada impedirá um tarado de te secar com os olhos (e como são tarados, viu).

Mas você pode optar por um salwar kameez roupa típica do Punjab para se sentir mais confortável. Aliás, muitos deles ficam contentes quando usamos roupas típicas inclusive a família do seu amado. É um conjunto de calça, bata longa abaixo dos quadris e lenço. Você deixa pra comprar lá pois é muito mais barato, você vai voltar com a mala cheia pois são lindos!!




Você é daquelas que faz amizade facilmente?
Não faça amizades como aqui no Brasil, conversa de fila de banco, de mercado, padaria. Lá cada um no seu quadrado. Quando se trata de desconhecido, homem fala com homem e mulher fala com mulher somente o necessário. Não confie em amizades masculinas, não troque telefone e não viaje sozinha com o cara sem conhecer a família dele.

Não sorria! Você não está sendo filmado! 
De forma bem clara, não dê liberdade pra homem nenhum! Parece que forcei a barra né! Mas é bem assim. Não dê sorrisinhos na rua querendo ser simpática com aqueles que você nunca viu. Sabe quando no Brasil a gente agradece alguém e lança um sorriso espontâneo mesmo pra um desconhecido?  Esqueça isso na India.

 Para os homens de lá qualquer sorriso da mulher significa segundas intenções com ele. Você já percebeu por que as indianas muitas vezes são sérias? Não conversam com ninguém nas ruas? Por isso mesmo. Os homens de lá tem a imaginação fértil , eles adoram puxar conversa e só pensam naquilo.

Roupas, roupas, roupas...
Se você está indo com uma agência de viagem, como turista e em grupo, ok, sem estresse. Mas se você for para conhecer a família do seu amado e o lugar que ele vive, melhor seguir os conselhos abaixo:

Não use decote, blusa de alcinha, transparência, bermudas ou saias acima do joelho, roupas muito justas que marcam os quadris e o busto, e nada que deixe a alça do sutian aparecer.


Prefira roupas confortáveis e blusas com manguinhas que cubram os ombros, e se for o caso use uma echarpe ou dupatta no colo e cubra os quadris com uma bata longa, mesmo se você estiver vestindo um jeans.

Gestos
Tenha cuidado com os gestos. Ao sentar nunca cruze as pernas de forma que a sola do sapato fique apontada para alguém ou alguma divindade ou imagem sagrada. Jamais aponte a sola do seu sapato para alguém pois isso é um insulto, um desrespeito muito grande.

No Brasil: Beijo, outro, tchau! 
             X
Na India: Oi e Tchau! 
Não cumprimente os homens com beijo no rosto e evite tocar neles e abraçar. Para cumprimentar apenas junte suas mãos na posição de namaste (acho que namaste todos conhecem) e diga um "sat sri akal" se estiver no Punjab ou um simples Helooo!

Cuidados extras:
Nunca insulte, faça piadas, dê risada sobre qualquer imagem ou animal sagrados e na hora de tirar a foto jamais pise ou encoste os pés em algum símbolo sagrado para fazer poses (isso é coisa séria, e lá é olho por olho dente por dente quando se trata de religião).

Não ande sozinha à noite, na verdade não ande sozinha nenhuma hora do dia.

Não pegue tuk-tuk, táxi, riquichá, ônibus ou trem sozinha e também nunca fique sozinha com um homem desconhecido. Esteja sempre acompanhada de preferência pela família do rapaz e procure andar em grupo.

Evite frequentar lugares de aglomeração pois os homens dão um jeito de passar a mão, dar beliscões nas nádegas, seios ou qualquer outra parte do corpo. E olha que isso eles fazem até com as indianas.

Se você ficar em hotel nunca chame o seu amor para subir no quarto. Mesmo que seja para ele esperar você acabar de se arrumar. Os funcionários poderão chamar a polícia e dizer que você é garota de programa. Tudo isso porque um casal não pode ficar sozinho no quarto sem ser casado. Eles chegam a pedir até certidão de casamento pra confirmar, e você ainda corre o risco de ouvir que a certidão é falsa mesmo sendo verdadeira!
Deixe sempre o quarto do hotel trancado e não aceite serviços de quarto de madrugada. Se você desconfiar de qualquer horário, desconfie mesmo e diga que não pode abrir para o funcionário, invente uma desculpa qualquer. Melhor errar pelo excesso de cuidado do que pela falta dele. Se alguém bater na porta não tenha vergonha de antes de abrir perguntar qual serviço de quarto e por que, e se for o caso não tenha vergonha de dizer "NÃO" e tudo isso sem abrir a porta!

Lembre-se de que ao chegar na casa do amore vocês vão dormir em quartos separados até o casamento, e nem adianta reclamar, fazer cara feia ou pedir para o amado confrontar os pais. Ás vezes mesmo depois de casados alguns casais dormem separados quando vão visitar a família na India.

Nunca fale sobre sexo na frente de ninguém e nunca pergunte nenhum tipo de intimidade. Se você vir alguma mulher grávida evite fazer muitas perguntas sobre a gravidez como por exemplo desejos, para quando é o bebê e principalmente se é menino ou menina pois lá na India o médico é proibido de revelar o sexo do bebê devido o grande número de abortos de meninas. Evite passar a mão na barriga dela pois eles acreditam muito em "vodoo", "olho gordo", "mau olhado" etc..
Gravidez é relacionada a sexo e tudo relacionado a sexo eles não conversam.

Não ande de mãos dadas, não beije em público, não beba álcool, não fume.

Talvez você não tenha necessidade de seguir tudo isso que citei, talvez tudo será mais light pois depende das pessoas que você está prestes a conhecer incluindo a família do amado.

Mas guarde estas dicas contigo. Se sentindo mais segura e ao saber como agir em determinadas situações com certeza sua viagem será mais prazerosa!

Beijos!!!












sábado, 26 de janeiro de 2013

Os Sikhs do Afeganistão


Documentário enfoca a comunidade sikh do Afeganistão que diminuiu de 80.000 para 3.000 até 2012. O orgulho desses Sikhs é uma parte da cultura do Afeganistão desde que o fundador do Sikhismo Guru Nanak Dev Ji visitou Cabul em seu retorno de Bagdá e Meca para a Índia no século 16.

Este filme conquistou os testemunhos das famílias sobreviventes de Cabul que vivem em condições desumanas. Desde a invasão americana de 2001 numerosos sikhs com maior poder aquisitivo fugiram às pressas para o Paquistão e Europa, porém muitos não conseguiram fugir da invasão, foram presos e hoje vivem um dilema maior do que nunca.

Um programa de debate ao vivo foi realizado imediatamente após o documentário ter ido ao ar no Canal Sikh (Sky 840) na segunda-feira, 3 de junho, 2012 em 19,40 GMT. O objetivo do talk show foi discutir a condição de sikhs, em Cabul, Afeganistão.




Golden Temple - Discovery Channel

Documentário Completo!
Veja como é por dentro o Golden Temple, feito com ouro,  o mais famoso templo sikh localizado em Amristar.  




Shabad - Ek Onkar- (oração sikh)


Shabad é o termo usado pelos Sikhs para se referir a um hino, parágrafo ou seções do texto sagrado que aparece em seus váriao Livros Sagrados. A  principal escritura sagrada dos sikhs é o Sri Guru Granth Sahib também encurtado para SGGS. O primeiro Shabad no SGGS é o Mool Mantar. 

O texto utilizado para a Shabad que está no SGGS é Gurmukhi. 

Abaixo está o Shabad (a principal oração sikh) em Inglês transliteração e tradução. Esse é o sabhad que todo sikh aprende já quando criança. 

Ek Onkar 

.
Abaixo um maravilhoso Shabad por Guru Nanak Dev Ji em Japji Sahib - Ang 8 do Sri Guru Granth Sahib Maharaj:



Letra:


jath paahaaraa dhheeraj suniaar ||
Let self-control be the furnace, and patience the goldsmith.

aharan math vaedh hathheeaar ||
Let understanding be the anvil, and spiritual wisdom the tools.

bho khalaa agan thap thaao ||
With the Fear of God as the bellows, fan the flames of tapa, the body's inner heat.

bhaa(n)ddaa bhaao a(n)mrith thith dtaal ||
In the crucible of love, melt the Nectar of the Name,

gharreeai sabadh sachee ttakasaal ||
and mint the True Coin of the Shabad, the Word of God.

jin ko nadhar karam thin kaar ||
Such is the karma of those upon whom He has cast His Glance of Grace.

naanak nadharee nadhar nihaal ||38||
O Nanak, the Merciful Lord, by His Grace, uplifts and exalts them. ||38||


ESTRUTUA DOS SHABADS

Todos Shabads ou hinos contidos no Guru Granth Sahib são classificados em diferentes Ragas exceto a primeira composição chamada Japji Sahib e os Swayyas, Saloks Ragmala e no final o sagrado Granth. Os Shabads ou hinos no Guru Granth Sahib podem ser classificados pelo número de versos por hino.
                                   
Os Shabads ou hinos também são classificados em capítulos nomeados como Raags musicais. Existe uma seção de Raag no início e no fim do Guru Granth Sahib. Embora de acordo com o índice de Ragas em Ragmala, o número total de Ragas e Raginis é de 84, o Guru usou apenas 31 para as composições do Guru Granth. 

Assim, o Granth está disposto, em primeiro lugar de acordo com o Raga, em segundo lugar, de acordo com a natureza ou o tamanho do poema, autoria em terceiro lugar, e, em quarto lugar a clave. A edição normal do Adi Granth Sahib contém 1.430 páginas em:

1. Japji Sahib - Página 1 a 7.
2. Hinos musicais - Página 8-1351.
3. Salok Sanskriti Página 1352-1359.
4. Gatha-Página 1359-1361.
5. Funhe - l36l Página 1362.
6. Chaubole - Página 1363-1364.
7. Saloks de Kabir e Farid - Página 1364-1384.
8. Swayyas dos Gurus e os Bhattas - Página 1384-1408.
9. Saloks dos Gurus - Página 1409-1428.
10. Rag Mala - Página 1429-1430.


quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Filme Punjab e alguns costumes


Pra você que pretende conhecer mais sobre a cultura punjab indico muito os filmes antigos de 70 e 80's. Neles você pode observar como é o comportamento entre familiares, amigos e casais apaixonados. Aproveite esse feriado e assista Yaara O Dildaara. Apesar de ser um filme atual mostra bastante a cultura punjabi.

Observe alguns detalhes quando dizem Sat sri akal toda vez que se encontram ou se despedem. Os sikhs se cumprimentam com o  Sat sri akal (pronuncia-se "sa-sri-kal") juntando as mãos como os hindus fazem.




*Já o namaste é o cumprimento dos hindus.

Peri pena (pronuncia-se "péripenã"): significa tocar com as pontas dos dedos os pés dos mais idosos ao encontrar ou também ao se despedir.


Repare nos filmes que muitos jovens não chegam a tocar os pés propriamente, eles dão uma leve agachada e encostam os dedos na altura do joelho, mas está valendo! Esse é o absoluto sinal de respeito. É o mesmo que pedir a benção. Porém o marido nunca diz peri pena para a esposa. Primeiro, por que na maioria das vezes ele é mais velho do que ela e só dizemos peri pena para os mais velhos e, segundo, porque na cultura indiana a mulher deve obediência ao marido e não o contrário, então mesmo se você for mais velha que o marido, ele ainda sairá na vantagem porque ele é m-a-r-i-d-o. A mulher também  diz peri pena para os sogros depois que ela já se casou. Antes do casamento não é costume peri pena para os pais do rapaz.

Muitas vezes os filmes exibem conflitos de casamentos arranjados através de fotos e alguns desentendimentos entre as famílias. Isso é muito comum pois os sikhs em sua maioria são extremamente conservadores, para eles a reputação da família é tudo, então se algo acontece de errado ou é descoberto mesmo durante os preparativos do casamento tudo pode ser cancelado não importando o dia nem a hora. 

Meu marido disse que já chegou a presenciar um casamento que foi cancelado no dia da cerimônia, quando tudo já estava pronto, decorado e os convidados no salão, depois que descobriram algo. O motivo da discórdia foi o Facebook! Sim, isso mesmo! Um cara idiota mandou alguma mensagem para a garota (esse tipo de mensagem de rapaz que sai paquerando todas na net). Aí chegou a notícia na família do noivo dizendo que a moça tinha um namorado, affair na net, não tinha boa índole ou sei lá o quê e na hora cancelaram o casamento. É incrível mas eles se preocupam muito com "o que os outros vão dizer" e cada detalhe da vida da pessoa e dos familiares são as maiores preocupações. Assuntos que já superamos no ocidente ainda são um verdadeiro tabu na India.

A mulher não decide quase nada, a decisão final fica por conta do marido principalmente na hora de escolher com quem os filhos irão se casar. Ela pode até opinar, mas não toma nenhuma decisão final e prefere sofrer calada. 

 As mais idosas geralmente usam a dupatta na cabeça quase que o tempo todo.

Já as mais jovens usam a dupatta apoiada nos ombros. Ouvi dizer que os tempos estão mudando pois antes a dupatta era usada na cabeça e agora foi parar no pescoço.. hehe

Além da dupatta na cabeça, as idosas não costumam usar muitos enfeites ou muitas cores. Já as mulheres mais jovens sempre usam muita cor, muito brilho nas roupas e dupata no pescoço.


A forma que os mais jovens tratam os idosos é uncle e aunt (tio e tia) no lugar do senhor e senhora.
No caso de sogro e sogra é mommy e daddy (papai e mamãe).
A nora é sempre chamada de daughter (filha).
O genro é sempre chamado de son (filho).


Tudo isso e muito mais você poderá observar nesse filme! Filme indiano sempre tem uma "revira-volta".

Vale muito a pena para você também que está pensando em fazer parte de uma família punjab sikh ( esteja preparada para algumas mudanças!).

Yaara O Dildaara é um filme de família, que gira em torno de amor e amizade. A história é baseada em duas famílias de negócios de Ludhiana. Uma história romântica que vai restabelecer a sua fé no amor verdadeiro. É uma mistura de amor, comédia e emoções.
Presentes os atores Harbhajan Mann, Tulip Joshi, Kabir Bedi, Gulzar Inder Chahal, Jonita Doda, Gurpreet Ghughi, Neena Cheema, Sunita Dhir, Akshita Sharma, Gurpreet Grewal, BN Sharma, Kuldeep Sharma & Vijay Tandon. É dirigido por: Ksshitij Chaudhary
E Produzido por T-Series.

 Filme completo - Legendas em Inglês

Yaara O Dildaara



Filme completo nesse link do youtube (legendas em inglês):
http://www.youtube.com/watch?v=DDwqUY9MWDU&wide=1

Sat sri akal!!!

Shampoo da India - Vatika Henna & Olive

Eu estava doida para usar o shampoo da marca Vatika/Dabur e finalmente pude comprovar os benefícios! Não foi muito fácil de achar lá na India pois acredito que seja vendido em grandes mercados em Delhi (eu acho).

Como Punjab fica a uma distância de mais de 5 horas de Delhi já dá pra imaginar o sufoco pra encontrar! Muita gente sequer ouviu falar sobre o shampoo Vatika na região até que consegui o bendito. A maioria das pessoas só conhecem o óleo de côco da marca. Super barato, paguei 108 Rúpias, o equivalente a 4,00 Reais!!

Me arrependi de ter comprado apenas um frasco. Eu queria variedades mas consegui apenas um frasco de "Henna&Olive" indicado para cabelos frágeis e queda, o único que tinha. Estou apaixonada por ele! Só com o shampoo eu vi resultados!!

1) É super cremoso, quando você massageia os cabelos, perece que está usando algum condicionador, de início você já percebe tem óleo vegetal na composição, não sei que milagre é esse pois  mesmo assim limpa super bem sem agredir os cabelos.

2) Não deixa o cabelo com aspecto ressecado.

3) A fragrância é herbal, cheirinho de mato, como muitos diriam, algo que lembra os nossos shampoos de jojoba. Mas bem suave e não fixa nos cabelos.

Resultados:
Senti as pontas dos meus cabelos totalmente desembaraçadas. Como como meu cabelo tem luzes e é bem comprido, esse shampoo foi um grande aliado para ajeitar as pontas.
Ficou extremamente macio, sedoso e bem soltinho.
Deu muito brilho.
Não agrediu os fios.
É um shampoo bem hidratante.

Depois que você usa esse shampoo não quer mais saber de outros!!!

Não usei o condicionador porque não encontrei.

O que eu não gostei:
 A única coisa que não gostei foi a embalagem porque é impossível enxergar o conteúdo através do frasco, então não dá pra ter uma idéia se o shampoo está acabando ou não. Detesto a ideia de que o shampoo vai acabar no meio do banho quando eu menos esperar.

Para quem é doida (o) por produtos capilares assim como eu deve estar louca (o) para ver a composição:

Aqua containing extracts of Shikakai, Henna & Green Almonds, Sodium Laureth Sulphate, Cocamide MEA, Silicone Conditioner, Cocoamidopropyl Betaine, Glycol Stearate, Olive Oil, PEG 90M, Sodium PCA, Vitamin E Acetate, Panthenol, Cationic Guar, Perfume, Sodium Chloride, Carbomer, Disodium EDTA, Sodium Hydroxide, Citric Acid, DMDM Hydantoin.




Beijos!!

domingo, 20 de janeiro de 2013

Romântico Hindi/Urdu - Pee Loon

Música: Pee Loon 
Filme: Unce Upon a Time in Mumbai


Letra em hindi e tradução em inglês

domingo, 13 de janeiro de 2013

Happy Lohri - Festival Punjab!!


Lohri  é um festival extremamente popular celebrado pelo povo Punjabi. Este festival de inverno agrícola é comemorado em Punjab, Himachal Pradesh, Delhi, Uttrakhand e Jammu.
As origens do Lohri são muitas que vinculam o festival no Punjab. Muitas pessoas acreditam que o festival começou como uma celebração da véspera do solstício de inverno. Com o tempo, o festival se espalhou para os estados adjacentes - Sindh, Jammu, Haryana, Himachal Pradesh e Delhi. Outras comunidades também participam do festival - como o bengali e comunidades Oriya.


Lohri é celebrado para denotar o último dos dias mais frios do inverno. Além do Punjab, pessoas de outros estados norte indiano de Haryana, Deli, Himachal Pradesh e Jammu, fazem os preparativos para Lohri.

Nas casas que tiveram recentemente um casamento ou o nascimento de um filho homem, as celebrações do Lohri chegam a um tom mais alto de excitação. Punjabis geralmente têm celebrações privadas Lohri, em suas casas. Os rituais são realizados, com o acompanhamento de músicas especiais Lohri. Na cidade do meu marido, por exemplo, o nascimento de um menino é celebrado no lohri. A família do bebê organiza uma grande festa para celebrar o acontecimento pois é ele quem dará o prosseguimento ao nome da família.

Cantar e dançar são parte intrínseca das celebrações. As pessoas usam suas mais brilhantes roupas e dançam o bhangra (dança punjabi) e Gidda (dança feminina) à batida do dhol.  Comidas como Sarson da saag e makki di roti são geralmente servidos como pratos principais no jantar das famílias que tiveram um menino . Lohri é uma ocasião de grande importância para os agricultores. No entanto, as pessoas que residem em áreas urbanas também comemoram Lohri, pois este festival oferece a oportunidade de interagir com a família e amigos.


Assista esse vídeo que ilustra o Festival Lohri




Festival sazonal

Punjabis, independentemente de sua religião, celebram o lohri. O respeito pelas estações e  elementos naturais como fogo, vento, água e terra é muito importante. Lohri é um festival dedicado ao fim da temporada de Inverno enquanto Teej (conhecido como Teeyan em Punjabi) é dedicado à estação das chuvas / Monção e Basant é dedicado à estação da Primavera.


Lohri é tradicionalmente associada com a colheita. As pessoas levam amendoim, farinha, manteiga e alimentos para vários locais de culto religioso para agradecer a Deus por uma boa colheita. "


Agricultores Punjabi esperam pelo dia seguinte ao Lohri. É um dia muito importante.





Dulla Bhatti

Com o tempo, as pessoas têm associado Lohri ao conto de Dulla Bhatti. O personagem central da maioria das canções Lohri é Dulla Bhatti, que viveu em Punjab durante o reinado do imperador mogol Akbar. Ele foi considerado um herói em Punjab. Além de roubar os ricos, ele resgatou meninas que eram levadas à força para serem vendidas no mercado de escravos do Oriente Médio. Ele organizou seus casamentos para os meninos de sua religião com rituais e forneceu-lhes dotes. Então, cada música  tem palavras que expressam gratidão a Dulla Bhatti.

Dulla Bhatti era um rebelde cuja linhagem era de Rajputs Bhatti. Seus antepassados ​​eram os governantes de Pindi Bhattian no atual Paquistão. Ele era um herói de todos os Punjabis.


Outras lendas sobre a origem da Lohri

 Loi
Algumas pessoas acreditam que Lohri tem seu nome derivado Loi, a esposa de São Kabir.

 Loh
Existe uma lenda entre algumas pessoas que Lohri vem de 'loh' da palavra, o que significa que a luz e o calor do fogo.

 Til e Reodi
Comer til (sementes de sésamo) e rorhi é considerado essencial no dia Lohri. Talvez as palavras e até rorhi fundiram-se para tilorhi, que eventualmente foi encurtado para Lohri.

 Data
De acordo com o calendário Bikrami, Lohri cai no mês de Paush ou seja, em torno de 13 de Janeiro, de acordo com o calendário gregoriano. É, na verdade, comemorado um dia antes de Makara Sankranthi, pois marca o fim da temporada de inverno.

A Cerimônia

Durante o dia, as crianças vão de porta em porta com canções folclóricas em louvor de Dulha Bhatti. Essas crianças recebem doces e salgados, e, ocasionalmente, o dinheiro. Encher mãos vazias é considerado auspicioso.

As coisas arrecadadas pelos filhos são conhecidas como Lohri e consistem de til, gachchak, açúcar cristal, gur (açúcar mascavo), moongphali (amendoim) e phuliya ou pipoca. Lohri é então distribuído à noite, durante o festival. Till, amendoim, pipoca e outros alimentos também são lançados numa fogueira.



A cerimônia da fogueira varia de acordo com a região do Punjab. Em algumas partes, uma pequena imagem da deusa Lohri é feita com Gobar (esterco de gado) então é decorada, acendem um fogo abaixo dela e cantam seus louvores. Em outras partes, o fogo Lohri consiste de esterco de vaca e madeira, sem qualquer referência à deusa Lohri.

A fogueira é acesa ao pôr do sol na praça principal da vila. As pessoas lançam sementes de gergelim, gur, doces de açúcar sobre a fogueira, sentam-se em torno dela, cantam e dançam até o fogo se apagar. Algumas pessoas fazem uma oração ao redor do fogo. Isso é para mostrar respeito ao elemento natural  fogo.  É tradicional oferecer aos hóspedes gachchak, gur, moongphali (amendoim) e phuliya ou pipoca. Leite e água também são derramados em torno da fogueira pelos hindus. Este ritual é realizado para agradecer o Deus Sol  buscando sua proteção continuada.

Canções Lohri

Há muitas canções Lohri. Por exemplo, a canção seguinte,tem palavras que expressam gratidão a Dulla Bhatti :

Sunder mundriye ho!
Tera kaun vicharaa ho!
Dullah Bhatti walla ho!
Dullhe di dhee vyayae ho!
Ser shakkar payee ho!
Kudi da laal pathaka ho!
Kudi da saalu paata ho!
Salu kaun samete!
Chacha gali dese!
Chache choori kutti! zamidara lutti!
Zamindaar sudhaye!
Bum Bum bhole aaye!
Ek bhola reh gaya!
Sipahee far ke lai gaya!
Sipahee ne mari itt!
Bhaanvey ro te bhaanvey pitt!
Sanoo de de Lohri, te teri jeeve jodi!
(Cry or howl!)









Happy Lohri!

Beijos!!




sábado, 12 de janeiro de 2013

A milenar "cultura" machista

Espero que seja útil para quem pensa em trazer seu amor para o Brasil. A gente pensa que viver aqui é fácil e gringo que vem para cá nunca mais quer voltar para a terra natal. Hmmm Errado!

Está certo que muitos amam o Brasil e hoje se estabilizaram e não querem mais sair daqui. Mas é fato que principalmente indianos não enxergam o nosso país como um lugar pra viver eternamente. Isso vou falar em outro post!

Continuando, por mais que seu amor seja "mente aberta" ou "ocidentalizado", se ele nunca saiu do país dele, poderá ser um trabalho árduo viver fora do Punjab no começo. Lembre-se de que ele veio de uma cultura onde os homens tem mais voz do que as mulheres.

Um indiano do Punjab se horroriza ao ver:

Mulheres com pouca roupa, bebendo e fumando, mulheres que falam palavrão, ou aquelas que saem gargalhando nas ruas, rapazes e moças abraçados, casais de namorados adolescentes, casais homoafetivos, beijinho no rosto ao cumprimentar.

Mas você deve estar pensando: "Mas eu também não concordo com algumas coisas que você se referiu acima como por exemplo, o ato de fumar e beber."

Porém a diferença está na aceitação. Quando é um grupo de rapazes que faz algazarra na rua eu escuto: "Ahh eles estão apenas se divertindo!". A situação muda quando é um grupo de garotas. Eu escuto: " #@*! olha só que pouca vergonha!#*@!".

Moça que namora? De jeito nenhum! Ela deve se casa pura, se é que me entendem. 90% dos casamentos são arranjados.
Depois que se casa, a mulher faz parte da família do marido, os sogros se tornam seus pais. Contato com pai e mãe biológicos esporadicamente.

O direito a herança é do lado do marido. A casa que ela morava com os pais não é dela por direito, e sim do irmão.

Uma mulher que usa roupas decotadas ou mostra as pernas, não pode reclamar quando algum homem a olha com más intenções, afinal se ela está usando roupas curtas ou decotadas no mínimo quer ser "olhada".

As profissões de enfermeira e policial feminina ainda não são bem vistas lá, pois elas trabalham no meio de muitos homens.

Em algumas regiões da India não é permitida a contratação de serventes do sexo masculino, dessa forma não se coloca em risco a fidelidade ao marido.

Também em algumas regiões é defeso o uso do celular. Cabe às mulheres somente o uso do celular na presença do marido ou algum outro homem da família no caso das solteiras.

Mulheres não podem sair sozinhas nas ruas, principalmente a noite. Isso quando é permitido, pois determinados lugares nem sair de casa pode.

 ...o glamour fica só nos filmes de Bollywood!

Beijos!





sábado, 5 de janeiro de 2013

Música romântica - Zindagi se

Música do Filme Raaz 3 com legenda em inglês. Essa música me traz uma paz muito grande, é uma verdadeira poesia.

Prometo mais tarde deixar uma tradução em português abaixo do vídeo. Vale a pena! Espero que gostem!


Beijos!

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Decoração da Sala - Tapetes

Vou citar 2 lugares muito famosos na fabricação de tapetes: Rajastão e Caxemira. Na hora de iniciar uma decoração indiana é muito legal focar em uma região e saír à caça de inspirações.

Alguns exemplos:

Rajastão









Caxemira