Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Olá!!

Como é bom estar de volta ao blog! Senti falta de escrever e estar em contato com voces! Dessa vez fiquei longe por alguns dias porque tirei o siso (conhecido como dente do juízo!) e ao fazer o uso de antibiótico e anti-inflamatório fiquei derrubada!
Portanto, me desculpem se deixei algum e-mail ou comentário sem responder, podem me cobrar sem problemas, pois fiquei atrapalhada com o número de e-mails pendentes.

Deixo aqui alguns tópicos que serão abordados aleatoriamente nos próximos dias e quem tiver alguma sugestão é só me enviar:

Dentista na Índia;
Namoro virtual;
Esta na hora de viajar para a India?
Quando a familia nao te aceita;
Viver na India ou no Brasil?
Carteira de Motorista no Brasil para estrangeiros;
Perfumes inspirados na Índia;
Resenha de óleos capilares;
Resenha de cosméticos indianos;
Receita natural indiana para clarear e amaciar a pele do rosto e corpo;
Mulheres casadas;



Beijos!!





domingo, 17 de agosto de 2014

Hoje é aniversário de Krishna! Krishna Janmashtami

De acordo com o calendário hindu hoje 17 de agosto de 2014 é o aniversário do Senhor Krishna, O festival é também conhecido como Govinda Festival.

Janmashtami, é celebrado com grande devoção e entusiasmo na Índia. De acordo com o calendário hindu esta festa religiosa é celebrada no Ashtami de Krishna Paksh ou o oitavo dia da quinzena escura do mês de Bhadon.

Sri Krishna é considerado como uma das mais poderosas encarnações humanas do Senhor Vishnu. Ele nasceu por volta de 5200 anos atrás, em Mathura. O único objetivo do nascimento de Sri Krishna era libertar a Terra da maldade dos demônios. Ele desempenhou um papel importante no Mahabharata e propagando a teoria de bhakti e bom karma que são narrados profundamente no Bhagwat Geeta.

Sri Krishna nasceu como prisioneiro de seu tio Kansa, um rei muito ambicioso. Vasudev, pai de Krishna, pensou imediatamente em seu amigo Nand e decidiu deixar Krishna com ele para salvá-lo da maldade de Kansa. Krishna cresceu em Gokul e, finalmente, matou seu tio, o rei Kansa.

Alguns hindus celebram Janmashtami de jejum até meia-noite pois dizem que ele nasceu em uma noite escura de tempestade para acabar a violência de seu tio, Kansa. Imagens da infância de Krishna são colocadas em balanços e berços em templos e casas. À meia-noite, os devotos se reúnem em torno de canções devocionais, dançam e trocam presentes. Alguns templos também realizam leituras da escritura religiosa hindu Bhagavad Gita.
 Toda a Índia neste dia comemora com canções devocionais e danças, pujas, arti, sopro do Conch e balançando o berço do bebê Sri Krishna.

A celebração Janmashtami de Mathura e Vrindavan, os lugares onde Sri Krishna passou sua vida, são muito especiais. Neste dia templos e casas são maravilhosamente decoradas e iluminadas. Orações noturnas são oferecidas e mantras religiosos são cantadas nos templos.

Happy Janmashtami a todos!!














O casamento arranjado

Vou direto ao ponto: de todos os amigos de meu marido, o único indiano que se casou por amor foi.......meu marido! Sim...desde que nos casamos 3 amigos dele se casaram com casamento arranjado, e mais 2 ficaram prometidos esse mês (quer dizer, não estão noivos oficialmente mas já tem a garota certa para casar, é como um namoro à distância, porque eles tem autorização e conhecimento da família para conversar pelo computador, celular, whatsapp, etc mas sem contato físico).
Entao, vou contar um pouco do que pude acompanhar de cada caso:
O amigo numero 1 se mudou para pais de primeiro mundo onde hamburguer e a comida preferida da populacao, ate que certo dia quando ele estava por volta de seus 20 anos a mae dele mostrou a foto de uma indiana que tambem vivia no mesmo pais e disse que gostaria muuuuito que seu filho se casasse com ela. Ele disse "ok" nao relutou e no dia seguinte mandou a foto da "prometida" para meu marido e ainda reclamou dizendo que ela era mais feia do que a empregada dele, apenas porque ela tinha cara de indiana de vilarejo e era mais "escura". Dai perguntei para meu marido porque ele aceitou? Meu marido respondeu "para nao contrariar os pais".
Um ano depois eles se casaram, e hoje ele so elogia a esposa, fala que ela e uma pessoa muito doce, meiga..!

Amigo numero 2: o rapaz e um indiano modernissimo, viajou varios paises por conta do trabalho mas sempre se mostrou solteiro, ate que certo dia ele retorna a India e coloca a foto com uma garota no face. Todo mundo comeca a dizer "ate que enfim agora tenho uma bhabi (cunhada)!!!" E coisas do tipo. Seis meses depois se casaram.

Amigo numero 3: esse era outro viajado qe sabia tudo do mundo ocidental. O rapaz tentou varios casametos mas nunca dava certo, ou por que o astrologo dizia que nao daria certo, ou porque a familia nao aceitava a namorada estrangeira

. Ate que ele encontrou uma indiana, casou reclamando mas fez a vontade da familia. Reclama ate hoje mas vira e mexe envia alguma foto da esposa todo orgulhoso.

Amigo numero 4: esse e o numero 5 sao os "prometidos". O amigo vivia na internet procurando namorada estrangeira, ja namorou pela internet ate mulher que era avo. Ate que um belo dia a familia dele encontrou uma indiana que mora em outro pais e fixou o compromisso. Ainda nao estao noivos oficialmente, mas trocam mensagens e fotos como dois pombinhos apaixonados com direito a montagem nas fotos e juras de amor eterno. Digo montagem porque eles ainda nao se encontraram pessoalmente mas ja tem a certeza de que serao marido e mulher.

Amigo numero 5: esse vive aqui no Brasil e pelo jeito vai deixar alguma brasileira desamparada, para nao dizer muitas. Ele nao tinha planos de casar agora mas a familia comecou a pressionar. Sugeriram uma garota indiana filha de amigos da familia
mas ele nao quis e disse que ja tinha uma namorada brasileira, mandou a foto da namorada pela internet e a familia toda ficou chocada mas feliz com a noticia ate que a mae foi parar no hospital por tanto nervoso, nao quis saber de firangi nenhuma com o filho dela, ate que novamente a moca indiana foi "sugerida" por ser boa moca, simples..e claro, ele aceitou. Essa pressao durou meses ate que ele foi vencido pelo cansasso. O que sera da brasileira? Nao sei. O casamento com a indiana ja esta ate com data marcada, mesmo ele pedindo para esperarem. Esses dias ele recebeu a primeira foto dela e me mostrou todo feliz.

Todas essas mocas que vi as fotos parecem mocas bem simples, nao sei na vida real mas para a maioria delas isso ainda e criterio para conseguir um bom marido.

Moral da historia: indiano leva numa
 boa o casamento arranjado, se adapta muito bem
a pressao familiar e parece ser o casamento preferido pela maioria deles apesar de toda essa modernidade de casamento intercultural, os que se casam por amor ainda fazem parte da minoria.

Abracos!




sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Imagens da Índia

Muito interessante o vídeo (o nome do canal do vídeo é Grima Grimaldi com seus devidos créditos).
 A partir de 15:35 os indianos que aparecem são os sikhs.
Abraços!

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Respondendo e-mail

Dessa vez vou dividir o e-mail da Wéllia. Essa pergunta é bem frequente sobre alguns gestos indianos que vemos nos filmes de Bollywood então achei interessante responder aqui no blog e dessa forma ajudará sanar várias dúvidas de outras pessoas também!


Boa noite Star, 

Sou Wéllia de MG e amo a India e seus costumes, e trabalho com vendas de cabelos então a cada dia que passa me aproximo mais de toda essa realidade da India, tenho uma duvida e se puder me ajudar ficarei grata.. 
Vi um filme Goliyon Ki Rasleela Ram-leela e me apaixonei por tudo, mas teve um momento que as pessoas passavam as mãos sobre uma fumaça e passavam logo as mãos sobre a cabeça... você conhece esse costume? sabe o que é?
E tambem vi uma mulher em algum ritual que soava um sino com um prato e uma fumaça.. você sabe algo sobre esse sino?
E por ultimo vejo as mulheres fazendo uma expressão que deve ser em elogio ao outro, gostaria de saber se é isso mesmo... quando com as mãos abertas(no sentido do rosto do outro) fecham proximo ao rosto tipo se estivem puxando algo para elas e levantando os punhos  do sentido do queixo a testa..(Acho que vou te confundir), mas me passou ser algo que se acha bonito ou do tipo..
E acho legal você falar no blog sobre esse site que achei de filmes com legendas em português, é muito bom, tenho visto altos filmes..
http://cinechallo.weebly.com/

Ah e não sei se é má ideia mas vi você falar que já está sem ideias, mas você poderia ensinar a falar algumas coisas na lingua hindi.. 
Beijãaao

Vamos lá!!


"Boa noite Star, Sou Wéllia de MG e amo a India e seus costumes, e trabalho com vendas de cabelos então a cada dia que passa me aproximo mais de toda essa realidade da India, tenho uma duvida e se puder me ajudar ficarei grata.. Vi um filme Goliyon Ki Rasleela Ram-leela e me apaixonei por tudo, mas teve um momento que as pessoas passavam as mãos sobre uma fumaça e passavam logo as mãos sobre a cabeça... você conhece esse costume? sabe o que é?"
R: Eu não conheço esse costume, mas ao perguntar ao meu marido ele disse que é um tipo diferente de incenso e pelo que entendi é semelhante ao que chamamos aqui de defumação, serve para limpar o corpo e a alma das energias ruins.

"E tambem vi uma mulher em algum ritual que soava um sino com um prato e uma fumaça.. você sabe algo sobre esse sino?"
R: Pelo que entendi na cena que encontrei, o prato com a fumaça é o prato que usam para fazer pooja, que é o ato de reverenciar algo, alguém ou algum deus. Existem várias razões para a pooja, pode ser em um casamento, nascimento de um bebê, antes de iniciar uma viagem ou quando recebem alguma visita especial, nos templos ou em casa e durante festivais. Quanto ao sino não conheço o significado.

"E por ultimo vejo as mulheres fazendo uma expressão que deve ser em elogio ao outro, gostaria de saber se é isso mesmo... quando com as mãos abertas(no sentido do rosto do outro) fecham proximo ao rosto tipo se estivem puxando algo para elas e levantando os punhos  do sentido do queixo a testa..(Acho que vou te confundir), mas me passou ser algo que se acha bonito ou do tipo.."
R: Também não encontrei essa cena, mas pelo gesto que você me explicou se trata de um tipo de nazar utarna, que é uma das formas de quebrar  qualquer inveja, mau olhado. Sempre fazem isso quando alguém está bonito, ou é elogiado. 

E acho legal você falar no blog sobre esse site que achei de filmes com legendas em português, é muito bom, tenho visto altos filmes..http://cinechallo.weebly.com/R: Vou recomendar sim, que bom encontrar legendas em português!

"Ah e não sei se é má ideia mas vi você falar que já está sem ideias, mas você poderia ensinar a falar algumas coisas na lingua hindi.. Beijãaao"R: Muito obrigada pela sugestão! Em breve farei um post sobre o assunto!! O bom é que hindi e punjabi não são tão diferentes!


Beijos!!









domingo, 3 de agosto de 2014

Família tradicional??

Quando nos casamos com um homem de família tradicional aos olhos dos outros soa como família "atrasada". Mas não é bem assim. Casar-se com um homem de família tradicional também tem seus prós. Vejo muita mulher que namora indiano, árabe, turco e afins pela internet e se orgulha toda ao dizer que o rapaz pertence a uma família moderna.  E aquela que se casou ou está prestes a se casar com rapaz de uma família tradicional, o que esperar??

Particularmente eu gosto de viver dentro dos costumes, não gosto de ser tratada de forma diferenciada o tempo todo e não me arrependo de ter entrado para uma família tradicional. Dentro de uma família indiana eu quero ser tratada como uma indiana e não como uma estrangeira. (Um erro muito comum quando te enxergam como estrangeira é o tratamento diferenciado e isso não acho agradável). 

Uma indiana tem um casamento merecido, com uma super festa, muitos convidados, presentes, jóias, henna, ouro..

Um rapaz de família tradicional passa a vida toda juntando dinheiro para o casamento, dote ou presente, dar entrada em uma casa, abrir um negócio, etc tudo como manda o figurino porque ele sabe que o casamento sai caro. 

Vou dizer uma coisa muito importante que vejo acontecer direto com as brasileiras: quando a família do moço pergunta a ela o que ela quer de presente ou de dote, ela diz "não quero nada" e ainda acha que está abafando. A primeira vez que meu marido perguntou o que eu queria, eu disse "você é meu presente.." ahh que românticoooo so que não! Você pode pedir sim alguma coisa, é claro, de acordo com as condições financeiras do moço..como eu não sabia as condições do meu marido, eu pedi um punjab suit que é a roupa indiana com bata e calça, além disso pedi bindi, kajal e pulseira. Não espere alguém chegar até você e explicar tudo ou perguntar formalmente. Seu noivo ou a família dele pode simplesmente do nada perguntar o que você quer da Índia.

Brasileira tem vergonha de escolher um presente. Eu sei, nós não queremos mostrar que estamos nos casando por dinheiro, joias, ou que temos preço, mas para uma família tradicional o simples fato de recusar o presente do futuro marido pode soar como desprezo, porque o homem é o provedor do lar e se ele não pode dar um presente para a futura esposa, como vai sustentar uma família? É assim que eles pensam, e quando você diz "não quero nada" é o mesmo que dizer "Meu bem, você é tão pobre, mas tão pobre que nem tenho coragem de pedir nada porque sei que você não poderá pagar". 


Com uma atitude dessas você mesma se diferencia das demais e dá direito à família do moço de não fazer nada de acordo com as tradições porque isso desanima, parece que você não faz questão de um casamento tradicional, enquanto as outras mulheres do país dele realizam todas as cerimônias e usufruem daquilo que lhes é de direito. 

Vejo por aí muita brasileira que na hora não faz questão dessas coisas, não conversa sobre a festa de casamento em si e nem deixa claro que quer um casamento tradicional. Então ela tem só o casamento no civil, ou não realiza todas as cerimônias e depois de uns tempos acaba triste achando que a família do moço não fez questão de nada porque ela é estrangeira ou o rapaz não tinha dinheiro ou sei lá o que.
Quando a família é tradicional nem precisa falar muito sobre isso porque eles fazem tudo, mas quando a família é moderna vale a pena conversar sobre os detalhes do casamento.

Então se você quiser se casar dentro das tradições, aceite cada etapa como se você fosse um deles.
Não estou falando de arrogância, o que eu quero dizer é: aceite aquilo que lhe perguntarem, sugerirem, se pedirem dote, escolha qualquer coisa mas não se negue a escolher algum presente, porque a recusa de um presente é uma ofensa (até para nós brasileiros, não é verdade?) além disso, a troca de presentes simboliza a oficialização do compromisso.

Existem aquelas mulheres que realmente não fizeram questão disso e são felizes assim. Mas vejo gente que depois do casamento compara a festa da vizinha, da cunhada e se pergunta porque com ela não foi assim, por que também não ganhou isso nem aquilo. 

Em Roma, faça como os romanos, na Índia faça como os indianos, e por aí vai..!

Beijos!