Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Top 10-Vestido de Noiva das celebridades de Bollywood

Aishwarya Rai Bachchan

Ayesha

Esha Deol

Kareena Kapoor

Outro vestido de Kareena Kapoor

Karishma Kapoor

Lara Dutta

Raveena Tandon

Shilpa Shetty

Vidya Balan


Abraços

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Quando a noiva indiana deixa a casa dos pais

 Quando a noiva vai para a casa do marido, ela se despede dos pais, de todo o resto da família e amigos. Todo mundo faz cara de velório, é a parte triste de um casamento indiano.

Eu não entendia esse sentimento até isso acontecer com uma indiana que conheço. Confesso que eu achava um exagero chorar no dia de um casamento, afinal deveria ser um dia feliz para a noiva e seus familiares. Mesmo sabendo que isso acontece porque depois de casada a mulher passa a fazer parte da família do marido ainda achava que se tratava de um choro simbólico. Mas não é.

Na cultura indiana, a noiva deixa a casa dos pais e passa a viver de acordo com os gostos dos sogros e esposo. Hábitos, alimentação e até vestimentas são de acordo com a família do marido. Ela deve deixar tudo para trás, e passa a usar tudo novo, até mesmo roupas. 

A vida de casada e as ocupações diárias acabam afastando a noiva dos pais. A partir do casamento, a prioridade é a família do marido. Alguém deve pensar: "e quando os pais precisam de ajuda e cuidados na velhice?" A resposta é: quem cuidará disso será a nora deles, pois quase toda a família indiana tem no mínimo um filho homem então a esposa desse filho que cuidará deles. E fica um círculo. A filha deles vai para outra casa, e a filha de alguém vem para a casa deles. 

 Antes eu não entendia a choradeira de um casamento indiano mas quando recebi a notícia de que uma jovem da família se casou fiquei sem chão. Incrível como passei a entender esse sentimento de alegria e tristeza que um casamento indiano proporciona. Eu me lembro dela quando pedia para falar comigo e dizia ao telefone "bhabi, namaste" com aquela voz doce de uma adolescente que sonhava em ser aeromoça. Lembro que cheguei a enviar a ela um bichinho de pelúcia pelo correio pois para mim ela era uma querida. O tempo passou e quando atingiu 20 anos de idade o casamento aconteceu. Agora ela está com a família do marido e só Deus sabe quando entraremos em contato.  A sensação que tive foi de que a tiraram de mim, a levaram embora porque quando a conheci ela ainda era criança e porque eu sei que a partir de agora nada será como antes, ela não vai mais entrar em contato comigo, não dá mais para ligar e pedir para falar com ela. Não sei quando entraremos em contato novamente. E isso acontece com muitas famílias indianas, são poucas as moças que mantém contato frequente com a família, a maioria corta os laços e tem encontros esporádicos.

Foi uma sensação diferente nada parecida com a notícia de um casamento ocidental. Dessa vez senti um nó no peito pois senti na pele o que é passar por isso. Entendi o que se passa com uma família indiana ao ver a noiva partir, é um sentimento diferente, você deseja o melhor e toda a felicidade do mundo e ao mesmo tempo você precisa lidar com o sentimento de ver a pessoa sair de casa e cortar laços com você. 

Estou aqui pensando, antes eu achava um exagero e drama desnecessário chorar no casamento indiano, mas hoje vejo de outra forma.

Mas a vida é assim, não dá para manter ninguém grudado na gente, toda pessoa precisa seguir seu destino e o que podemos fazer é desejar felicidade. E não inventaram nada melhor do que a felicidade.

Abraços!!


terça-feira, 21 de junho de 2016

Musica Indiana Cristã

Uma vez perguntei a indianos o que eles pensam sobre os cristãos que vão para a Índia. A resposta que tive me surpreendeu pois eu pensei que diriam coisas desfavoráveis, mas eles me disseram que os cristãos fazem muitas obras boas na Índia ajudando as pessoas com alimentação, estudos, trabalho, higiene etc.

As melhores escolas na Índia são as escolas cristãs.

Coloquei alguns louvores indianos cristãos:

Louvor Punjabi 



Hindi 











Abraços!!

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Por que o namoro não é aceito na Índia?

A Índia é um país onde o namoro não é bem visto. A sociedade não aceita que jovens solteiros se encontrem para um jantar romântico ou passeio no parque.  

Para compreendermos melhor, leiamos a Seção 294 do Código Penal da Índia que dispõe sobre  ultraje à modéstia:

SECÇÃO 294

Seção 294 do ato diz - aos que irritam/aborrecem os outros

 a) Comete qualquer ato obsceno em qualquer lugar público, ou

b) Canta, recita ou expressa qualquer canção obscena, frase, dentro ou perto de qualquer lugar público,

Será punido com pena de prisão de qualquer descrição acima, por um período de até três meses, ou com multa, ou ambos.

Será configurado o crime desta seção:

Se o acusado
1. Cometeu algum ato,
2. Cantou, recitou ou proferiu qualquer frase;
3. Que tal ato, música etc. foi obsceno
4. O ato ocorreu em local público
5. O ato causou aborrecimento para os outros.

Esta seção não específica gênero, e o agressor, bem como a vítima pode ser tanto masculino ou feminino. A condição essencial é que o ato seja obsceno ou canção cause "irritação". O "aborrecimento" é uma faculdade mental de uma pessoa, portanto, tem que ser analisada a partir dos fatos e as circunstâncias do caso. Em outras palavras, os fatos e as circunstâncias precisam ser considerados, a fim de concluir se o ato causou qualquer aborrecimento ou não.

Agora, no que diz respeito ao conceito e significado da palavra "obsceno", ele continua variando de um lugar para outro. Essa palavra difere de acordo com as circunstâncias- cultural, social e econômica. No contexto indiano, beijar em lugar público por um casal é considerado obsceno, e as pessoas que o fizerem, poderão ser acusadas de praticar ato indecente em local público. 

Conclui-se que para os indianos, beijo e abraços em público são uma ofensa à moral e aos bons costumes e qualquer pessoa que se sentir "irritada" ou "aborrecida" se acha no direito de intervir. Por isso qualquer um pode repreender, bater ou chamar a polícia quando se depara com um casal de namorados e o simples fato de estarem juntos sem serem casados é um insulto à  modéstia. 

 ........

A partir desses vídeos, que são uma dose de realidade, podemos entender como é difícil para um rapaz ou uma garota se posicionarem contra a decisão da família quando o assunto envolve amor e encontros às escondidas. São pouquíssimos os casos de casamento por amor. A família vai atrás e não perdoa. Para muitos indianos isso mancha a reputação da família e dificilmente a sociedade deixa um casal em paz. Essas punições pela sociedade variam de bofetões na cara, humilhações e até morte (poupei vocês dessas cenas trágicas).

Muitas vezes ouvi a frase de brasileiras "ele não lutou o suficiente pelo nosso amor" ou "ele foi fraco e deixou que a família mandasse nele" ou ainda "se ele sabia que era impossível não deveria nem tentar". Mas as pessoas ainda tentam, ainda acreditam que um dia dará certo e que o amor falará mais alto. Mas a realidade é outra. Consideramos que Código Penal Indiano é de 1860 e de lá para cá o entendimento não mudou.


Família tenta separar um casal apaixonado colocando a moça dentro do carro e o namorado tenta impedir.



A família da moça pegou o casal num encontro sem permissão (esse vídeo contém cenas de violência)


Abraços

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Casamento Arranjado - Caxemira

Matéria maravilhosa do Canal Futura onde o repórter teve a oportunidade de gravar de perto um casamento arranjado na Índia.


Abraços