Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Relacionamento, opiniões, comunidades..

Sem dúvidas o tema que mais atrai as pessoas aqui no blog é o relacionamento entre brasileiras e indianos. Posso dizer que 80% dos e-mails que recebo são dúvidas sobre relacionamento (virtuais ou não) se a família vai aceitar o casamento, se o rapaz está sendo sincero ou não, se vale a pena ir para a Índia ou ele vir ao Brasil.. é normal esse tipo de dúvida.

Eu tento conversar e esclarecer sempre que posso, alerto quando acho que devo alertar e por aí vai, mas o que tenho percebido ao longo desses anos de blog é que as pessoas procuram conselhos em todos os lugares possíveis e imagináveis. A pessoa me escreve um e-mail e lê meu conselho, mas essa mesma pessoa já escreveu para dezenas de outros blogs e comunidades e já ouviu outros conselhos, ai o que acontece? Confusão!! É claro que aqueles que se abrem com várias pessoas diferentes vão ouvir conselhos diferentes, ai a pessoa fica muito mais confusa do que já estava! As vezes a pessoa escreve toda a história em alguma comunidade, é claro que chovem comentários de todos os tipos e eles serão de acordo com a experiência de cada um, isso quer dizer que num mesmo caso podemos ter pessoas contra e pessoas a favor. Não adianta perguntar uma coisa aqui e confirmar a resposta em outro lugar ou vice-versa, você que faz isso vai ficar mais perdida do que já está.

Não quero dizer que aquilo que eu digo é verdade absoluta, acho importante ter uma segunda opinião, mas tem gente que joga no google e pede opinião para todo mundo e depois fica doida com tantas opiniões diferentes, por exemplo, eu acho que o rapaz está levando a sério e outra pessoa diz que é um mentiroso e assim por diante. Já vi de tudo, pessoas que trocam de namorados virtuais a todo instante, de indiano para paquistanes, depois marroquino, depois turco...dando lição de moral naquelas que também namoram virtualmente. Já vi mulheres casadas dando conselhos como se fossem uma Enciclopédia Larousse, entendem sobre todas as castas, costumes e tradições da Índia e só os maridos delas são perfeitos e os outros não prestam. Tem de tudo.

Outro detalhe importantíssimo: a forma como a história é contada faz toda a diferença. Já aconteceu da pessoa me escrever uma história  e para outra pessoa ela escreve a mesma história mas traz detalhes que eu não estava sabendo e tão importantes que me fariam mudar de opinião. Por exemplo, pra mim a pessoa diz que o rapaz nunca pediu dinheiro mas em outro lugar a pessoa diz que ele pede presentes caros. Isso faz toda a diferença porque só o fato de pedir presentes caros é motivo pra desconfiar. Ou então a pessoa não me diz que é casada, depois em outro lugar ela conta que é casada e a diferença de idade entre o rapaz é enorme..isso também é importante, concorda que são situações diferentes e as opiniões também serão diferentes por conta das diferentes versões das histórias narradas?

Tem gente que chega destruída até mim porque já ouviu de tudo, já foi humilhada em comunidades, não tem apoio da família e não sabe o que fazer. Mas não dá pra prever o futuro, não dá pra ter certeza de nada, ninguém está 100% certo e ninguém está 100% errado, eu comento de acordo com aquilo que me contam, mas tente parar pra pensar, tente não agir por impulso, preste atenção nas dicas, porém quanto mais opiniões você busca, mais divergência tem e mais confusa fica. Nunca vai existir verdade absoluta então quem fica correndo de um lado para o outro acaba se perdendo. 

Eu escrevi várias dicas no blog sobre cultura e relacionamento. Procure na coluna "marcadores" do lado direito as palavras "relacionamento " e " cultura". Tem bastante coisa que talvez ajude. 
Beijos!a







13 comentários:

  1. É verdade, as pessoas tem que agir com a sabedoria tambem, eu sei que tem horas que o desespero bate e qualquer luz importa, mas trata se de algo sério! Obrigada pelo seu post

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!! Sim na paixão fazemos muitas coisas e é algo muito sério!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu poste Star, concordo com vc por isso gosto do seu blog você sabe dar conselhos sem desencorajar a pessoa. Super te recomendo seu blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Susana. Pois é, não posso dizer que sou dona da verdade e ir contra todos porque não sei da sorte de cada um, às vezes pode dar certo. Só tento abrir os olhos, e mostrar o que é paixão e o que é relacionamento racional. A paixão enlouquece e cega por isso deve ter cuidado.

      Excluir
  4. Oii, Star! Tudo bem? Star, como sigo seu blog e gosto muito de você vim compartilhar uma felicidade que está acontecendo. Estou noiva de um indiano sikh e é a coisa mais feliz que estou vivenciando agora. Como leio o seu blog há algum tempo, vi uma das postagens mais antigas que se referiam ao casamento sikh e o choque entre culturas e posso afirmar que estou com um pouco de medo. Ele vem em Março do ano que vem aqui em Aracaju. Quando conheci a mãe dele-o pai faleceu- perguntei se aprovaria nossa união e a mesma disse que sim. As irmãs e o irmão também aprovaram. Por isso, vim compartilhar isso com você, pois seu blog me ajudou... e muito! Que Deus te ilumine sempre, Star. Te adoro! Beijos,
    Laísa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Laísa!!
      Desejo toda a felicidade a você!
      Como estão os planos no momento?
      Beijos

      Excluir
  5. Star kaur eu estou apaixonada pelo seu blog .... Eu sou mais uma das inúmeras mulheres que atualmente conhece e se apaixonam por um indiano ...
    Eu tive muitas dúvidas se meu indiano está sendo honesto , se o face era falso .... Enfim...
    Estamos conversando há dois e está naquela expulsão de amor...
    Eu adoro conversar com ele...

    Esse fuso horário mata , mais tudo isso vem sendo adaptado .
    As 16:00 ele vai dormir e quando chego da faculdade e ele vem falar comigo ...

    Ate as briguinhas já acontecerem ....

    Entao a minha duvida é , ele nunca me pediu em namoro , mais me cobra como se fosse um namorado .
    Se eu não mando mensagem ele reclama , ate se deixo de falar "prince" essas coisas...

    Ele ja se declarou várias vezes ....
    Sabe... Eu percebi que ele não é como alguns desses casos que surgi na NET de cara que pede fotos sensuais , de biquine ... Sexo é um assunto que nunca falamos ...
    Isso me deixa um pouco segura

    Star o que eu faço , pergunto se estamos namorando ?
    O deixo como está ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Milena! Obrigada!

      Sabe, tudo depende do que você quer com ele, se você quiser tentar algum relacionamento vale a pena perguntar sim quais as intenções dele, acho que isso vale tanto para indiano, quanto para brasileiro ou qualquer outra nacionalidade. Acho que a mulher tem o direito de saber em que tipo de relação ela está se envolvendo e precisa perder aquele medo de pressionar, afinal quando um homem não é pressionado pouca coisa conseguimos dele rsrs mas não se esqueça de que na maioria das vezes os indianos usam palavras doces as quais não estamos acostumadas. O risco de deixar como está é que um dos dois acaba se envolvendo mais do que o outro e no final a decepção pode ser maior se esse que se dedicou mais não for correspondido.

      Portanto, não se deixe levar por palavras doces, você precisa ver as atitudes e o quanto de comprometimento ele tem por esse relacionamento. Lembre-se de que comprometimento não é cobrança. A pessoa que cobra não dá nada em troca. A pessoa comprometida sim.

      Beijos!!

      Excluir
    2. Star...
      Tenho aprendido muito com seu blog
      ...
      Nossa... Como estou aprendendo com a cultura indiana...
      ja e esta valendo são as experiências que estou ganhando ...
      Sobre o relacionamento, bom, eu perguntei , ele esta vindo para o brasil.
      Aqui vamos decidir.

      Muito obrigada.
      Beijinhos

      Excluir
  6. Eu tenho lido muitos blogs sobre dicas de relacionamentos com indianos, pois eu tenho um amigo, apenas amigo, indiano. Eu notei que há um certo desconhecimento de coisinhas básicas da vida dos indianos. Por exemplo, dizem que indiano fala eu te amo com facilidade e assim enrolam as mulheres estrangeiras. Dizer eu te amo logo de cara é sinal de indiano cafajeste. Meu amigo indiano também me diz que me ama. Mas você explicou outro dia a diferença que existe na India entre amar e gostar. Então eu entendi que na verdade eles só querem dizer que gostaram de nós, como nós falamos para todos que cruzam nosso caminho. Inclusive eu vou falar agora: eu gosto do seu blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho!!
      Esse jeito indiano de dizer "eu te amo" é algo normal para eles porque os indianos não conhecem outras formas de demonstrar os sentimentos, e se procurarmos na tradução literal não existe essa riqueza de vocabulário que temos na língua portuguesa então a maioria só encontra a tradução mais próxima para o inglês que é "i love you ".

      Os indianos dizem isso até entre amigos homens na hora de se despedir ou encerrar uma ligação mas na verdade é como dizemos "te adoro, beijos" .

      Essa dificuldade de comunicação é compreensível porque "eu te amo " em português significa muito mais do que gostar. Mas para o indiano pode ser "te adoro" ..

      Ficou meio confuso o que escrevi .. Rs bjs

      Excluir
    2. Eu entendi tudo. Obrigada pela orientação.

      Excluir