Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

terça-feira, 10 de junho de 2014

O calor do povo brasileiro

Desde que meu marido veio viver no Brasil de uma coisa não posso reclamar: a simpatia das pessoas ao acolhê-lo. É incrível mas o povo brasileiro naturalmente acolhe o estrangeiro como uma família acolhe um parente que acabou de retornar depois de uma longa viagem.

Em todos os lugares as pessoas olham com curiosidade mas não me lembro de ter visto meu marido ser tratado com arrogância ou desprezo, e se existiu algum incidente com certeza está no passado pois sempre aparece um sorriso ou alguém disposto a bater um papo.

Muitas vezes perguntam de onde ele é, e quando ficam sabendo que é indiano eles abrem um sorriso.

Hoje mesmo no aeroporto, ao acompanharmos uma amiga que estava aqui a passeio, uma moça da lanchonete perguntou de onde meu marido era e quando disse Índia ela exclamou "Índia!! Nossa que legal!!!" e a reação é assim quase todos os dias.

Outro dia no shopping ao entrarmos numa loja, depois de uns minutos de conversa com a vendedora, ela disse que ao avistar a gente logo percebeu que ele não era brasileiro. Quando ficou sabendo que era indiano, ela até deixou a venda de lado e engatou uma conversa que durou cerca de meia hora, sobre cultura, etc

As vezes tiro vantagem  hehe e quando ele precisa de alguma coisa eu falo: "Vá você mesmo pedir porque com você eles serão mais legais" kkkkkkkk (e são mesmo! sempre dão porçao extra de alguma coisa, são mais gentis, ou abrem exceção para ele)

A maioria das pessoas aqui pensam que ele é árabe e quando ele fala que é indiano eles dizem"nossa, mas não parece, porque os indianos são mais morenos..." mas o tratamento não muda, sempre são gentis. Teve uma vez um rapaz que disse "É a primeira vez que vejo um indiano!!!" 

Já perguntaram se meu marido é americano, argentino, libanes mas a palavra árabe ganha kkkkkkk
Aqui perto de casa alguns o chamam de Said kkk

Então é isso,  percebi que não importa qual a nacionalidade, o estrangeiro é bem tratado aqui e por mais que a Índia seja um país tão diferente politicamente, economicamente e culturalmente sempre ouço "indiano!! que legal!!!". Em apenas dois anos e meio ele fez inúmeras amizades que em 10 anos vivendo aqui nesse mesmo bairro eu não consegui fazer nem a metade. Isso ajudou muito na adaptação dele.

Bom, vou ficando por aqui e volto outra hora. Obrigada meu Brasil por ser tão acolhedor.

Beijos!!

12 comentários:

  1. Que maravilha, esse acolhimento ajuda muita a adaptação deles no Brasil. Também acho que nós brasileiros somos muito acolhedores e tolerantes com o que é diferente!
    Que seu marido possa de uma forma ou de outra se sentir em casa!
    Beijos,
    Aminah Luiza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Aminah!! Isso ajudou muito!! As pessoas estão sempre dispostas a ajudar na hora de dar informações, conversar, etc..
      Beijos!!!

      Excluir
  2. Sat Sri Akal Ji,
    Que maravilha! Em Portugal nao e bem assim, ainda nao levei o meu marido la mas quando estavamos em Londres lidamos com alguns Portugueses( inclusive familiares meus e amigos) e não foram assim muito simpáticos :( tem muita gente com muito preconceito devido a ignorância mesmo... Principalmente depois destas notícias todas sobre estrupos acham que indianos são todos estrupadores! Enfim... So quem e mais informado acha o máximo que o meu marido seja indiano, o resto.. Deixa-me louca!!

    WAHEGURU JI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sat Sri Akal Ji!!
      Sim, em outros países existe um pouco mais de preconceito com estrangeiros em geral, minha cunhada já sofreu preconceito no Canadá e olha que a comunidade na América é muito grande. Acho que o status social também influencia muito infelizmente, na América, por exemplo, muitos vão para morar e começam com trabalhos humildes, mas aqui no Brasil muitos são empresários e comparados aos árabes (que trabalham arduamente e são bem sucedidos). Já não se pode dizer o mesmo dos bolivianos aqui no Brasil, e não recebem o mesmo tratamento já que estes vieram para morar no Brasil e na maioria das vezes trabalham em empresas clandestinas e tem uma renda salarial muito baixa.

      Uma coisa é certa, a Índia tem algo de especial que fascina os brasileiros!!
      Beijos!

      Excluir
  3. Oi, Star!!!Que legal o seu depoimento!O meu esposo ainda nao foi ao Brasil, mas estamos planejando uma viagem para este ano. Nos somos um casal atipico, ja que eu pareco indiana e ele parece qualquer outra coisa exceto indiano!!!Entao, acho que no Brasil vao perguntar se ele eh portugues ou vao acha-lo um tipico carioca, ja que adora andar de havaianas e bermudao!!Um abraco!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha adorei o havaianas e bermudão! Às vezes acontece isso com a gente, pensam que meu marido é gringo de qualquer outro lugar, mas nunca imaginam indiano! Nem os indianos o reconhecem logo de cara!
      Depois conte como foi a experiência de vocês no Rio!!
      Beijos!

      Excluir
  4. meu marido tb é indiano e sempre quando saimos com um grupo de brasileiros, ou tb quando fomos ao Brasil, todo mundo fala em portugues com ele, pensando que ele é brasileiro... heheheh

    quando o povo "descobre a verdade", tb é sempre receptivo e o recebe com sorriso no rosto...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha já aconteceu muito isso com a gente, esqueci de falar sobre isso!! Várias vezes as pessoas começam conversar com ele em português e ele fica quieto e não entende nada, mas balança a cabeça fingindo estar entendendo tudo..eu rio muito disso!!!
      Beijos!!

      Excluir
  5. Esse "calor brasileiro", em certa medida, pode ser comparado ao "complexo de colonizado" que nós temos. É débil e vergonhosa a forma que tratamos os estrangeiros, quase deitando no chão para eles passagem por cima. Na nossa cabeçinha atrasada, o estrangeiro é melhor, o cosmético estrangeiro é melhor, o idioma do estrangeiro é melhor...Enfim, o mesmo não acontece com os Brasileiros no estrangeiro. Aqui na Europa somos tratados muitas vezes com desprezo e sarcasmo. Se vc não sabe falar a língua deles, vai ficar com fome, eles não vão fazer mil esforços e delicadezas para te ajudar. Vc tem que falar o idoma. No Brasil, se as pessoas veem um "gringo" fazem de tudo pra ajudar, se derretem em mimos, parecendo que eles são reis e rainhas. Somos alienados de nós mesmo. Esse país adolescente precisar de gente que se ame e se respeite primeiro. Já estou imaginado ter que ir com meu marido (francês) para o Brasil e ter que ver na cara das pessoas esses exageros. Sonho com um país de pessoas seguras de si, que tratam o outro como um igual e não como um melhor do que ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda sou a favor do bom tratamento. Infelizmente na Europa a situação é bem diferente e o preconceito existe descaradamente com a maioria dos estrangeiros. Eles tem outros pensamentos outras razões que eu desconheço.

      Mas são esses mimos que nos ajudaram a enfrentar as fases difíceis aqui no Brasil.

      Levítico - 19:34
      O estrangeiro residente que viver com vocês será tratado como o natural da terra. Amem-no como a si mesmos, pois vocês foram estrangeiros no Egito. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês.

      Abraços!

      Excluir
  6. O fato de brasileiros receberem bem os estrangeiros não demonstra submissão ou baixa autoestima. Se uma pessoa faz questão de ser arrogante comigo, não devo me igualar ao seu mau hábito, a não ser que seja conivente com sua atitude. Se um não quer, dois não brigam.
    A insistência no bem, um dia, quebra a resistência dos que permanecem nas suas atitudes mesquinhas.
    Prefiro fazer a minha parte e ser gentil com todas as pessoas, independentemente de suas nacionalidades. Isto se chama humanidade. E o orgulho só serve para destruir a humanidade. É só estudar um pouco de história para entender melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também prefiro fazer a minha parte, eu lembro daquela frase "gentileza gera gentileza".
      Abraços!!

      Excluir