Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Não podemos julgar valores culturais

Pois é esse assunto de turbante está dando o que falar. Ativistas que defendem a apropriação cultural gostam de exigir respeito ao  uso do turbante. 

O que eu não entendo é o significado do respeito ao turbante para o povo brasileiro. Da forma que nos passam, o turbante não é  usado somente para enfeitar a cabeça, ele é uma identidade fisica e  de caráter. 

Não Me refiro a quem pode e quem não pode usar, pois existe diferença entre faixa, lenço inspirado em turbante e o turbante propriamente dito. 
Me refiro apenas à maneira  diferenciada de respeitar um turbante. 

Na cultura indiana o turbante é algo de respeito, usado por pessoas de determinadas religiões como Sikh por causa da influência persa, Hindu e também no dia do casamento pois os marajás usavam turbante. Ele é tão importante que um indiano não fuma um cigarro na presença de um homem de turbante para não faltar ao respeito e tantas outras coisas. 

O turbante deve ser dobrado e lavado de um jeito especial. Quem usa turbante não fica em bares bebendo ou fumando em público. Então esse é um pouco do que conheço no dia a dia de um asiático de turbante. 

Mas  aqui no Brasil as pessoas usam em bares , colocam um turbante e se acham o maximo com um cigarro na mão  e um copo de cerveja na outra. Para um indiano isso é falta de respeito. Então como exigem respeito  se aqueles que  usam não  respeitam a si mesmos? Os valores mudam de uma cultura para outra, não é Verdade??!!! 

Veja só que interessante: no Brasil você não pode achar um turbante bonito mas  a "emponderada"  pode usar na balada, beber e fumar com ele que está tudo certo. 

Até quando as pessoas continuarão discutindo só para saber quem tem mais razão? 

3 comentários:

  1. Oi Star,
    Ótima colocação! As pessoas jugam muito do que não têm conhecimento!
    Beijos,
    Ana
    http://www.viagensebeleza.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ana!!! Verdade, julgam sem saber e ainda se sentem donos da razão!
      Beijos

      Excluir
  2. Santa ignorancia deste povo, ne?? Adorei o texto. Voce disse tudo, Star. Beijos!

    ResponderExcluir