Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Tornozeleira Indiana

Jhanjar ou Jhanjran é o nome dado para a tornozeleira punjab.  Tornozeleiras e anéis de dedo, historicamente, têm sido usados ​​há séculos por meninas e mulheres na Índia. 

Em português pronuncia-se Jan Jaran.

Elas também foram usadas ​​pelas mulheres egípcias nos tempos da pré-dinastia. 

Nos Estados Unidos, o par de tornozeleiras casuais e formais tornou-se moda no final do século XX. 

Na cultura popular ocidental homens mais jovens e mulheres podem usar tornozeleiras de couro ocasionais ( populares nas regiões litorâneas) e tornozeleiras formais de prata, ouro, ou pérolas são usadas ​​por mulheres como jóias de moda no ocidente em somente um tornozelo.  

Na India, elas são uma parte importante das jóias da noiva, usadas junto com os saris ou salwar kameez. Mas também é um símbolo de feminilidade da mulher punjab.




Há muito tempo atrás a tornozeleira foi feita com a intenção de limitar os passos. Esta prática foi prevalente no Sudeste da Ásia, onde o efeito era dar um ar mais feminino com passos pequenos. Hoje algumas mulheres ocidentais seguem esta prática, mas raramente em público. Muito raro encontrar pessoas que ainda têm ' tornozeleiras permanentes' soldadas.



As mulheres do Rajastão usam um tipo mais pesado de tornozeleiras, elas são de prata e significam a qual "tribo" pertencem. As mulheres usam como bijuterias, mas também para mostrar a sua bravura como uma tribo contra outras tribos rivais. A moda das tornozeleiras pesadas ​​está em declínio na Índia,  mas ainda é comum nas áreas rurais.


A palavra  jhangheer  quer dizer tornozeleira em hindi e punjabi. Jhangheer significa corrente/cadeia. Isto é significativo na medida em que a tornozeleira era uma "corrente" que a mulher usava em seu casamento. Algumas das tornozeleiras eram pesadas ​​e difíceis de andar, por isso recebeu esse nome. 

Tornozeleiras metálicas são de dois tipos - flexíveis e inflexíveis. As flexíveis, são muitas vezes chamadas de paayal, pajeb ou jhanjhar na Índia. Muitas tem aqueles sininhos de modo que fazem sons agradáveis ​​ao andar. 

O som era também um lembrete para avisar as pessoas que havia uma mulher por perto, durante os tempos de Purdah (ato das mulheres cobrirem o rosto e corpo com a burca, niqab, dupatta ou ghoonghat, por exemplo).

Alguns modelos são adequados para serem usados diariamente. São mais leves e mais finos, mas sempre com muitos sininhos como estes abaixo.





Tornozeleiras inflexíveis muito antigas. 




Dourada ou Prateada?

As tornozeleiras indianas são na maioria prateadas. Os indianos não tem o costume de usar dourado nos pés. Eles acreditam que o ouro é símbolo de riqueza portanto não pode ficar perto do chão (isso depende de cada região, no Punjab por exemplo, esse pensamento prevalece). No dia do casamento algumas noivas até usam tornozeleiras feitas de ouro, mas no dia-a-dia as mulheres preferem as prateadas.


Salangai ou Ghunghru/ Ghungroo é o nome dado aos pequenos sinos que os bailarinos amarram nos tornozelos. No caso dos bailarinos, os sininhos são usados em maior quantidade do que a tornozeleira normal. 
Esse um  modelo próprio para dança.










Esquerda ou direita?

Na Índia, as tornozeleiras são usadas ​​em ambos os tornozelos. 

Qual seu significado?

São simplesmente usadas como enfeite sem conotação sexual. Não é enfeite de prostitutas, mulheres que dançam no harem, bla bla bla..nada disso.  

Sempre retratam a tornozeleira como o enfeite mais desejado pelas mulheres. Geralmente ganham como presente de casamento. É o sonho de toda indiana ganhar de presente do marido e que o marido coloque nela! Geralmente a tornozeleira não fica visível pois a calça (salwar) acaba cobrindo os tornozelos, por isso o som dos sininhos mexem com a imaginação masculina..rs

Inclusive as deusas indianas costumas aparecer em pinturas usando tornozeleiras. As mulheres na Índia vestem e se enfeitam da forma que uma deusa indiana se veste, com tornozeleiras, pulseiras, anéis, bindi, etc

Para os indianos, o ato de tocar os pés é um ato de muito respeito. Só fazem isso para cumprimentar alguém mais velho. E nesse caso é uma exceção do marido ao colocar as tornozeleiras na esposa. O que para muitos de nós ocidentais só de pensar em calçar os sapatos em alguém nos traz uma imagem submissão, para o homem indiano, tocar os pés de uma mulher também é submissão. E é nessa exceção que ele se coloca aos pés da esposa, o que demonstra carinho e respeito. É o sonho de toda indiana viver esse dia, mas não é uma regra. 




A tornozeleira é considerada algo delicado, feminino. É a marca da mulher indiana, beleza, inocência e inspiração de dezenas de músicas e filmes.










beijosss







6 comentários:

  1. Eu tenho umas lindas de sininhos e sim, você tem toda razão, no Brasil é um assalto para qualquer coisa, até mesmo para comprar uma tornozeleira.

    :(

    ResponderExcluir
  2. Star adorei as informações,pois sou louca por acessórios indianos.Bjus :)

    ResponderExcluir