Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

sábado, 29 de dezembro de 2012

Filme em Cartaz - As Aventuras de PI

Eu não me sentia atraída por esse filme pois eu achava que era filme de criança, até que uma amiga minha disse que era um filme que contava uma história que se passava na India. Fui no mesmo dia assistir.

Gostei muito, me surpreendi com a história. Prendeu a atenção do começo ao fim. Pra quem gosta de filmes que repassam uma mensagem de vida, esse é o filme certo. Adorei!

Pi Patel (Suraj Sharma) é filho do dono de um zoológico localizado em Pondicherry, na Índia. Após anos cuidando do negócio, a família decide vender o empreendimento devido à retirada do incentivo dado pela prefeitura local. A ideia é se mudar para o Canadá, onde poderiam vender os animais para reiniciar a vida. Entretanto, o cargueiro onde todos viajam acaba naufragando devido a uma terrível tempestade. Pi consegue sobreviver em um bote salva-vidas, mas precisa dividir o pouco espaço disponível com uma zebra, um orangotango, uma hiena e um tigre de bengala chamado Richard Parker.

Elenco


Suraj Sharma

Rafe Spall

Irrfan Khan

Adil Hussain


Leia a crítica


Parábola de vida
De Francisco Russo
Ang Lee é um diretor impressionante, pela diversidade de seus filmes. Este taiwanês de 58 anos já fez trabalhos tão distintos quanto a adaptação de um super-herói dos quadrinhos (Hulk), um drama de forte tensão sexual (Desejo e Perigo), a história de um amor homossexual proibido (O Segredo de Brokeback Mountain) e um típico filme de artes marciais (O Tigre e o Dragão). Pode-se dizer que Lee jamais se repete, transitando em diversos gêneros e estilos com uma habilidade rara de ser encontrada. Em As Aventuras de Pi ele mais uma vez se reinventa e, novamente, obtém sucesso.

Foto - FILM - Life of Pi - 3D : 54343Baseado no consagrado livro "A Vida de Pi", de Yann Martel, o longa-metragem impôs desafios técnicos ao diretor. Afinal de contas, como contar uma história onde um jovem divide um bote com um tigre ao longo de boa parte da narrativa?

Entretanto, definir As Aventuras de Pi apenas como um filme belo seria reduzi-lo bastante. Há um forte lado religioso impregnado na história, de início pregando a possibilidade de que alguém possa ser temente a três crenças ao mesmo tempo. "A fé é uma casa de muitos quartos", diz o já adulto Pi em determinado momento. Deixando de lado a crítica indireta de que todas as crenças são, de certa forma, iguais, há um nítido esforço no filme para que nenhuma das religiões citadas seja, de alguma forma, ofendida.

Foto - FILM - Life of Pi : 54343

A luta pela sobrevivência sustenta todo o decorrer do filme, baseada em dois pilares: a relação do homem com o animal, e como ela é moldada de acordo com a necessidade de momento, e a própria natureza. É a partir da riqueza destes dois elementos que o filme, pouco a pouco, conquista o espectador, seja pelo inesperado ou pela própria beleza das sequências exibidas. Neste ponto o 3D faz diferença, dando um impacto maior a algumas cenas graças à sensação de profundidade oferecida pelo formato. A questão da religião retorna forte já perto do final, com um desfecho brilhante que deixa o espectador atônito.

As Aventuras de Pi é um belo filme que faz jus à carreira de Ang Lee, seja pela diversidade ou pela ousadia. Dono de uma fotografia deslumbrante, o longa impressiona pela excelência dos efeitos especiais mas tem como maior qualidade sua própria história. Trata-se de um raro caso em que os efeitos servem ao filme, sendo usados para ajudar a contar uma história ao invés de brilharem por si só. Destaque também para o jovem Suraj Sharma, que segura com carisma e competência o papel de Pi quando jovem. Muito bom.

2 comentários:

  1. Adorei o filme tb Star!
    Lindo...linda história de fé e positividade!

    bjs

    ResponderExcluir
  2. tabom gostei achei muito bom, mas queria que as religiões focem citadas melhor em destaque

    ResponderExcluir