Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

quarta-feira, 18 de março de 2015

O Filho Homem

Há muito tempo recebi uma sugestão de uma leitora para que eu escrevesse sobre o aborto provocado de bebês do sexo feminino (feticídio feminino) na Índia. Infelizmente não é uma prática só na Índia, pois a China e Coréia do Sul também estão entre os países que mais praticam essa atrocidade a qual vem se espalhando atingindo a população do Leste Europeu. O Punjab é o Estado que mais sofre com os resultados disso, onde o número de mulheres é fortemente desproporcional ao número de homens.

Coloquei um vídeo abaixo, peço que assistam. 
www.pinterest.com
Para mim esse vídeo foi chocante, um dos poucos com riqueza de detalhes nas entrevistas, sofrimento contido dessas mulheres, que não tiveram direito a voz numa sociedade onde o homem pode mais.

Inúmeras campanhas são feitas na Índia para "salvar as meninas", incluindo no Estado de Punjab o qual tem em seu folclore uma festa anual chamada "Lohri", que celebra a chegada do filho homem.  São festas que as famílias gastam muito dinheiro (tanto quanto gastam para um casamento) onde as mulheres vestem suas melhores roupas e joias para anunciar o nascimento de um menino que é tratado como um Marajá, bem diferente de quando nasce uma menina.

Veja como é uma festa para o filho homem:


Atualmente algumas famílias ricas e que moram fora da Índia já começam a celebrar o Lohri também para as meninas ("Save The Girl Child" e "Lohri For Her") apesar da preferência pelo filho homem perpetuar..mas...já é um começo como nos vídeos abaixo:




Campanha do Gorverno 



Abraços!






2 comentários:

  1. Olá Star...
    Quanta tristeza daquelas mulheres do vídeo,fiquei extremamente triste e chorei muito de pensar o que elas passam com o que a sociedade com suas tradições,culturas e regras impõem a elas.É injusto demais o que acontece,a mulher é desvalorizada,desrespeitada em todos os sentidos e de todas as formas possíveis e imagináveis e isso é um fato comum,é muito triste.
    Espero que isso mude algum dia e que a sociedade ( mulheres e principalmente homens) mudem seu modo de pensar e agir e as mulheres não sejam tratadas assim em nenhum lugar do mundo,em qualquer país que for.
    Fiquei realmente mal assistindo o vídeo,mas eu acho muito importante você mostrar tudo,tanto o que é lindo e bom,quanto o que é de certa forma feio e ruim.
    Abraços e beijos Star...e que Deus abençõe a humanidade.

    ResponderExcluir
  2. Olá Valdilene! Faço das suas palavras as minhas. Também fiquei mal ao ver o vídeo, mas como você disse, verdade seja dita. Existem dois extremos de famílias para uma mulher: ou a família é muito boa, trata a nora como uma princesa com direito a joias e regalias, ou a família trata a nora como uma pedra no sapato, às vezes fazendo a coitada a comer por último nas refeições em família.
    Beijos! Que Deus abençoe!

    ResponderExcluir