Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Tocando na ferida

Pode ser que algumas pessoas discordarão de mim, afinal nada do que eu falo é regra. Porém o que eu falo aqui é baseado na minha experiência, minha visão sobre o assunto, e claro, de fatos que chegam diretamente ao meu conhecimento.

Não quero desanimar ninguém mas hoje eu falo aquilo que eu gostaria de ter escutado de alguém mas nunca ninguém me disse. É muito fácil fazer planos, imaginar uma vida a dois, ele diz que vem morar no Brasil....parece tudo lindo. Mas trazer um marido gringo para morar no Brasil requer muita responsabilidade. Não é só no Brasil, mas em qualquer outro país que não seja a pátria do seu parceiro. A principal dificuldade que um casal pode enfrentar quando o rapaz vem para cá não é a cultural, mas sim a financeira, dinheiro, money.

 Enquanto é tudo love, tudo parece super fácil, mas você já pensou em qual base seu relacionamento vai ser construído??

Vou falar a real: se você tem dinheiro, ótimo.

Organize-se: Recomendo você organizar um kit de sobrevivência:  seu marido vai precisar de um plano de saúde (já pensou se numa emergência ele precisa de um médico e tiver que depender do sistema público e a maioria dos médicos daqui ainda não falam inglês, sem falar na fila de espera enorme??) Primeiro você garante a saúde dele. O restante vai ser usado em coisas rotineiras como alimentação, vestuário, casa. Reserve também uma parte para investir só na documentação e transporte, e não esqueça de deixar uma parte para o lazer. 

Às vezes o rapaz acaba com todo o dinheiro que ele tinha lá no país dele tentando visto para ficar com você, com passagens, com a viagem, presentes, etc e chega aqui com pouco dinheiro imaginando uma vida melhor, achando que com o tempo ele vai repor todo o dinheiro que gastou na viagem. Eles acham que América é América e ponto. Mas não sabem que existe uma enorme diferença entre América do Sul e América do Norte. Ele talvez não imagina que esse dinheiro possa demorar a aparecer e durante um bom tempo dependerá da esposa.

Provavelmente ele vai ficar um tempo desempregado, a maioria fica no mínimo 2 anos desempregado até conseguir carteira assinada. Ele vai ficar em casa, entediado, irritado, passando horas no computador para se distrair, se sentindo inútil, sem os amigos e sem a família. Você vai precisar desembolsar uma grana para algum lazer dele para ele não surtar como uma viagem, um passeio de fim de semana, cinema, compras de mercado e de uso pessoal.  Imagina ele ver um perfume, um jeans ou relógio e não poder comprar, ou pior ainda, ele querer te dar um perfume, uma jóia, uma roupa e não poder te dar. Para um homem é o cúmulo da pobreza a esposa precisar de alguma coisa e ele não poder comprar.

Você vai ter que correr atrás da documentação do casamento aqui, da permanência dele, toda a documentação dele como carteira de trabalho, motorista, conta de banco, cpf, rne..além do casório da igreja, festa, etc...é claro que o rapaz vai fazer a parte dele, mas ele vai esperar a sua iniciativa porque um país como o Brasil, quase ninguém fala inglês e vai ser super difícil ele se virar sozinho, além de não conhecer os trâmites daqui. 

Não é justo fazer o rapaz largar tudo, casa, família, emprego, amigos, país, para passar dificuldades. Por que uma pessoa deixa o seu país?? Pergunte a si mesma (o) por qual motivo você deixaria seu país??? 
Só encontro uma resposta: Para ter uma vida melhor! 
Ninguém quer sair da sua zona de conforto. A gente só sai dela quando deixa de ser confortável. Então é claro que seu parceiro vai largar tudo para tentar uma vida melhor. Não é justo fazê-lo largar tudo para viver de uma forma pior do que já vivia. Lembra daquela safada que enganou o indiano pela internet colocando a foto de uma atriz brasileira?? Ele  largou o emprego de Dubai para se casar aqui no Brasil, a mulher viu que não tinha condições de ficar com ele aqui deu um fora nele, riu da cara dele e ainda por cima ele não tinha dinheiro para voltar pra Dubai porque ele não trocou o dinheiro dele por dolar antes de embarcar para o Brasil. Teve gente que deu risada, mas qual o problema ao querer se casar e ter uma vida melhor? É claro que essa mulher foi mau caráter, foi um caso à parte, mas como fica uma pessoa que deixa tudo para trás e ainda passa por problemas financeiros ao chegar? E se fosse com você?

Nem todo indiano é pobre, nem todo indiano vive na miséria, então se o cara tem um nome a zelar  deixa tudo para trás e perde todo o conforto que tinha no país dele ou não recebe o mesmo salário que recebia na Índia vai ser uma decepção para ele. Homem oriental dá muito valor para dinheiro, conforto e status. Se ele tinha uma vida boa no país dele vai ser difícil se conformar com uma vida difícil aqui. Um indiano rico dificilmente vai aceitar um trabalho que seja de uma casta inferior à dele, ou se ele tiver estudo também será mais exigente na escolha do emprego. É como aqui, um brasileiro que tem uma faculdade dificilmente aceitará um trabalho que não seja aquele o qual ele tem formação ou se especializou.
Um indiano rico tem regalias e mordomias então fique atenta se ele está preparado para viver sem o glamour que ele está acostumado na Índia, a não ser que seu parceiro se torne um sadhu super espiritualizado e deixe para trás os prazeres materiais.

Vocês provavelmente vão querer privacidade. Se você, minha amiga, mora com os pais ou alguém da família com certeza vai querer privacidade, então se não tiver casa própria você vai ter que alugar e mobiliar toda a casa..talvez até lá seu marido ainda não conseguiu o emprego, então esteja ciente de suas possibilidades, se você vai conseguir bancar aluguel, contas e gastos pessoais sozinha. 

Você já pensou, como um gringo que não fala português vai fechar algum negócio ou assinar um simples contrato aqui?? Você vai ter que estar lá quando ele precisar.

Se você for independente ou sua família tiver alguma empresa não há aparentemente nenhum problema, assim fica mais fácil pois você já tem uma casa, um trabalho, consegue planejar seus gastos porque tem uma boa renda e coloca ele na empresa da família. Já é meio caminho percorrido. Mas se você ainda depende dos pais, está estudando, ou seu orçamento não sustenta uma pessoa a mais, não se jogue de cabeça porque uma vida a dois envolve muita coisa além de amor. 

Eu estou falando essas coisas porque amor não enche barriga. Nós chegamos a precisar de ajuda da minha família porque eu não conseguia arcar com tudo até ele conseguir emprego. Se não fosse assim, não sei o que seria da gente porque o salário aqui é uma vergonha se você pretende começar do zero.
 Se eu falo isso hoje é porque batemos muito a cabeça para lidar com a parte financeira e olha que sempre tivemos algum tipo de conforto e lazer mas nada como ter nossa própria independência, não é verdade? 

Tivemos que aguentar as piadinhas de amigos dele pelo skype porque para homem indiano que mora nos Estados Unidos, Canadá ou Inglaterra é REI, mesmo lavando pratos como imigrante ilegal, mas quem mora em outro país e não ganha em dólar é um coitado.  

Então é isso, se você já tem uma vida estabilizada ou é de família rica, siga em frente. Mas você que ainda estuda ou depende dos seus pais pense mil vezes e se organize profissionalmente antes de fazer o a pessoa chegar aqui cheia de sonhos e não conseguir concretizá-los. A gente tem a ideia de que o homem oriental faz tudo para a mulher, dá tudo o que a mulher pede, ela tem uma vida de rainha, etc..mas pouca gente sabe que no início vai ser o contrário. Você vai ter que fazer tudo até que ele conquiste independência e a tão desejada estabilidade financeira e isso pode levar meses ou anos.

Você já pensou nisso?
Pense com responsabilidade, ok.

Beijos

2 comentários:

  1. Sat Sri Akal JI

    Nossa tudo o que falaste e mesmo verdade. Só quem passa por elas sabe...
    E e bem verdade essa dai de os indianos acharem que quem vive nos EUA Inglaterra e Canadá são reis ahah e por causa disso sentem-se no direito de pedir dinheiro como se nos fossemos o papai noel! Lol haja paciência...

    E não sei se aí no Brasil conhecem a expressão " andar de cavalo para burro" e muito difícil!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Star!!Parabéns pelo post e que ele sirva de alerta a muitas meninas. Posso imaginar a situacao pela qual passaste, pois aqui em casa, eu vim para Mumbai e meu esposo veio depois, mas só conseguiu um emprego nesta cidade 4 meses depois (esta semana, na verdade!). Para ele, criado numa cultura como a indiana, foi super difícil ter que ver a esposa sair para trabalhar todos os dias e ele ficar em casa. Foram 4 meses muito difíceis e, isso, mesmo sem passar dificuldade financeira alguma!Mas, com o ego masculino machucado, a convivência fica difícil, eles ficam super irritados, você acaba se estressando e é muito, muito stress acumulado.Mas, graças a Deus, o emprego dele saiu esta semana e desde então, tudo mudou!Até o jeito dele andar!Beijos!

    ResponderExcluir