Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Comentários desnecessários

Uma das coisas que me deixa constrangida é o fato de algumas pessoas fazerem comentarios ao meu marido nada a ver com o momento. Nao me refiro ao blog, digo na vida real mesmo e vou explicar:
Ja é a quarta vez ( que me lembro) que uma pessoa vira para meu marido e começa a falar do país dele com sentimento de pena, isso em 5 minutos de conversa, e nem preciso dizer que sao pessoas que nunca vimos antes, nao tem a menor intimidade.  Uma vez um rapaz viu que ele era indiano e começou a conversar ate que de repente falou "a India é muito pobre, né! Vi que crianças passam fome, muito sofridas". Gente, isso todo mundo sabe, e ele que é indiano sabe mais do que a gente. O que ele poderia dizer? Meu marido so respondeu que é igual aqui no Brasil ou como em qualquer lugar do mundo, que tem gente rica e gente pobre.

Depois outro dia um rapaz tambem começou a conversar com a gente quando viu que ele era indiano e em 2 minutos de conversa falou "ahh eles tem um jeito meio porco de comer com as maos" .
Santa ignorância! Ninguem come igual bicho não! Sabe, certas opinioes nao me interessam, como essa.

Outra vez foi um louco criticando o hinduísmo "ahh esse povo fica adorando varios deuses, com cabeça de elefante, fica adorando a vaca.." Eu respondi "estude a mitologia hindu primeiro, e fé nao se discute".

A ultima foi ontem, um casal perguntou ao meu marido se ele era indiano, porque eles ja haviam visitado o Rajastao. Meu marido nem disse uma palavra, só disse "sim!!" E o homem falou que o Rajastao era liiindo e tal..e logo em seguida: ahh o problema é a pobreza! Muuuita probreza! Como pode um país tao rico ...mas tem muita pobreza..., ok tchau fiquei muito feliz em te conhecer!".
Eu digo que ele ficou mesmo feliz mas soltou novamente o comentario da pobreza. Foi um monólogo! Meu marido nao teve tempo de dizer nenhuma palavra mas vi que ele ficou uns 5 minutos pensativo e desanimado. Sabe por que? Porque dói toda vez um comentario desnecessário. Poxa, é o país dele! Assim como nao gostamos de ouvir que Brasil é o país do carnaval, futebol e biquini. Nao deixa de ser verdade, mas isso chateia porque sabemos que nosso país é muito mais que isso. A India tambem é muito mais do que esses comentarios. A India é o lugar que ele nasceu, cresceu, aprendeu sobre a vida, religiao, o país dos antepassados dele, a terra que ele plantou, o suor do trabalho dele, era lá que ele sonhava com uma vida melhor, foi na India a primeira paixão, foi na India que ele acendeu a chama para o pai, esse país tem as lágrimas e os sorrisos dele desde o nascer até se tornar homem feito. A India nao é aquilo que passa na tv. A India é a historia dele.



Desculpem alguns erros e falta de acentuaçao pois escrevi pelo celular e nao sou muito boa em formatar textos aqui!
Abraços

4 comentários:

  1. Isso tudo é devido ao Ego!
    Quando me fazem ao parecido, sigo um ensinamento de Dalai Lama! Apenas sorria! Bobagem responder!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, de agora em diante melhor ignorar e sorrir!

      Excluir
  2. Essas pessoas não sabem o que dizem,não procuram saber antes de falar e acham que sabem tudo sem saber nada.
    A Índia é um país com cultura,sabedoria,muito interessante,diferente,diversificado e acima de tudo lindo.Problemas todos os países tem,acho que nenhum é perfeito,mas são desnecessários mesmo os comentários que magoam.
    E eu como com as mãos e acho muito bom,e religião não se discute mesmo,se respeita.
    Ignore...os ignorantes,lhes faltam conhecimento e lhes sobram prepotência.

    ResponderExcluir
  3. Olá, querida! Descobri seu site por estes dias e estou indo de trás para frente nos posts, pois me apaixonei por tuas histórias. Conheci um pouco sobre a cultura indiana quando aprofundei minhas pesquisas sobre a religião Hare Krishna, a qual sou simpatizante, e quando me tornei lacto-vegetariana. Desde então sempre que deparo com informações realmente interessantes sobre a Índia eu leio, e assim cheguei até você.
    Quando li este post, percebi nas entrelinhas o amor tão lindo que os une que não resisti a comentar. No fundo, todos nós enfrentamos algum tipo de preconceito e inconveniências por parte da ignorância alheia pelo menos uma vez na vida. Felizmente, mesmo que de forma lenta e gradual, vemos o mundo se transformar numa aldeia, onde as fronteiras se dissolverão e nos entenderemos de uma vez por todas irmãos nascidos no mesmo lugar: a Terra.
    Beijos, fica com Deus!

    ResponderExcluir