Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Opinião de um indiano no Brasil

Olá! Depois de alguns dias sem postar nada novo, turbinei o blog com vários vídeos, um post aqui, outro acolá..até que me veio a inspiração para uma conversa com cara de entrevista que tive com meu marido. Me preparei, respirei fundo e comecei a perguntar o que ele não gostava do Brasil (culturalmente falando) pois ele não é de meias palavras, fala tudo o que pensa, então me preparei para ouvir as críticas..fiquei curiosa, pois como estrangeiro morando no Brasil ele tem uma visão diferente da minha, afinal, existem coisas que já estou acostumada, ou já aprendi a ignorar... e passam totalmente despercebidas por mim. Expliquei para ele que da mesma forma que estrangeiro vai para a Índia e não gosta de certas coisas, eu gostaria de ouvir dele o que não o agrada aqui. Eu falei que ia colocar no blog, ele disse que tudo bem.

*Isso aqui foi só uma brincadeira para eu entender melhor a diferença cultural, o que para ele é estranho e vice-versa, então não levem para o lado pessoal, pois tem gente que é assim, fala mal de indiano, mas não admite ver um indiano expondo a visão negativa dele. Ele sabe dos problemas do país dele, e quem acompanha o blog também já sabe do problemas da India, por isso não perguntei sobre a India. A minha curiosidade foi a respeito do comportamento do brasileiro. Vamos levar na esportiva, ok!

Eu: O que você não gosta  na nossa cultura ou o que mais te incomoda desde que você veio morar aqui no Brasil?

Ele: "Bom, em primeiro lugar, eu pensava que por vocês serem mais modernos do que nós, eu poderia ver mais conscientização nas pessoas a respeito de conservação do meio ambiente, pensando nas futuras gerações, mas eu vejo o contrário, vejo pessoas gastando água e papel. Nos restaurantes as pessoas se apropriam do porta-guardanapos e pegam 10 folhas de uma vez a cada cinco minutos, um desperdício.

Não entendo as casas e apartamentos, janelas minúsculas! A janela pode até ser grande, mas só abre até a metade! Qual a lógica disso?

 Vocês estrangeiros vão para a Índia e fazem cara feia para tudo, com nojo de tudo, reclamam da sujeira nas ruas, que não tem banheiro ocidental, falta papel higiênico etc mas muiiiitos brasileiros não lavam as mãos após usar o banheiro. Já vi muita gente sair do banheiro sem lavar as mãos. Comece a prestar atenção e você vai ver que sempre alguém vai embora sem lavar as mãos.
Descarga? Muita gente não sabe o que é isso, seja banheiro de lugar de gente rica, restaurantes, faculdades, shoppings seja banheiro público: já virou regra, você vai no banheiro e a última pessoa que usou não deu descarga (sorte de nós homens que a maioria tem mictório, mas quando não tem a história é sempre a mesma). 
Mais uma vez o papel!! Gastam papel dando voltas e voltas nas mãos antes de usar o banheiro e na hora de secar as mãos pegam umas 10 folhas ou então chacoalham as mãos respingando na gente que está por perto.

Os fumantes jogam bituca de cigarro em todos os lugares, principalmente no pé da outra pessoa. Na Índia isso é um insulto, uma falta de respeito jogar o cigarro na direção de outra pessoa e as pessoas fazem aqui todos os dias. Na Índia tocamos os pés da outra pessoa para dar respeito, e aqui no Brasil as pessoas jogam bituca de cigarro no seu pé. Meu pé não é lata de lixo!

As pessoas fazem piadas porque na India as vacas estão soltas andando pelas ruas. Mas isso acontece porque não as comemos!
Enquanto aqui as pessoas comem tanta carne de vaca que é impossível chegar perto de uma vaca viva: ou elas estão no matadouro, ou estão na panela. Solte uma vaca no meio da rua para você ver, não vai sobrar nada dela.

As crianças aqui não tem contato com  a natureza, a maioria nunca viu um bode, uma vaca, macaco...nunca viram esses animais, só ficam no computador e celular. 
Enquanto adolescentes deveriam estudar, mas ficam pensando em namorar.
Não obedecem aos pais, já vi criança de 5 anos bater com tanta fúria no pai e ele não fazer nada.

No trânsito, motoqueiro dirige como doido, passa costurando os carros, fazendo manobras perigosas a todo momento, mesmo quando tem faixa disponível para ele trafegar. Os motoristas de carros fazem coisas de propósito para te provocar, te xingam, reclamam por tudo, não tem nem paciência para esperar alguém estacionar o carro. 

O trânsito na Índia é caótico e nem assim você vê pessoas brigando toda hora, as normas de trânsito não são tão rígidas mas aqui no Brasil as pessoas aprendem direitinho como dirigir, dirigem em filas, aguardam o sinal..e na hora que pegam o carro ou moto viram monstros. Não entendo isso, o governo ensina, dá aula, curso, fiscaliza, e as pessoas fazem errado e parecem que estão dirigindo contra um inimigo.

As pessoas não obedecem os idosos. Na Índia quanto mais velha é a pessoa, mais respeito nós damos a ela. 
Aqui no Brasil a pessoa idosa é tratada com falta de respeito. Já vi no metrô um rapaz gritar com uma idosa porque ela andava devagar e ele tinha pressa. O rapaz quase bateu nela e a xingava muito.
As pessoas ignoram o idoso aqui no Brasil, não escutam o que eles tem a dizer, não dão valor ao que eles dizem, não respeitam.

Nem a porta do elevador as pessoas gostam de segurar para você.

Os rios aqui são poluídos! Todos!! Coloque um pé no rio Tietê para ver o que acontece: será preciso tratamento hospitalar, internação! Falam do Ganges, mas estou aqui e posso mergulhar no Ganges quantas vezes quiser. 

Várias vezes vejo pessoa com carro importado jogando papel de bala ou qualquer outra coisa pela janela do carro. Poxa, vocês tem consciência de que não se joga lixo no chão! Vocês aprendem isso nas escolas, em casa. Na Índia as pessoas ainda não foram ensinadas a manter a cidade limpa, o governo não colabora. Mas vocês tem saquinho para lixo no carro, tem lixeiras no metrô, na rua, na frente dos estabelecimentos, parques, então o que justifica ser tão mal educado?

Eu só acho que por ser um país tão diferente da India, ocidental e mais moderno, a mentalidade de muitas pessoas daqui seria mais moderna, a conscientização de higiene, boas maneiras e desenvolvimento sustentável serviriam de exemplo e eu aprenderia muita coisa aqui..mas nunca é tarde para aprender e colocar em prática."


Bom, essa é a visão dos pontos negativos, eu deixei desabafar porque acredito que seja importante poder opinar, dizer o que pensa e ser ouvido, de modo que, na maioria das vezes as pessoas pensam que estrangeiro não tem direito a voz, o que não é verdade. 

Abraços!





2 comentários:

  1. Texto muito, muito, muito bom! Eu sempre quis conhecer a visão de um indiano a respeito do Brasil (já que algumas pessoas dizem que os dois países tem muito em comum; o que eu não acho). A sinceridade do seu marido foi importante, e eu concordo 100% com ele! Apesar de ser brasileira, também não entendo a maioria dos comportamentos do meu povo e os recrimino. E pra ser sincera, acho que nós, brasileiros, apesar de "modernos e ocidentais" temos muito mais a aprender com os indianos do que a ensiná-los. Modernidade, às vezes, é sinônimo de ignorância - evoluímos em urbanidade, tecnologia, mas nos esquecemos da edução e do espírito.

    Adoro o seu blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Del!
      Eu também não acho que os dois países tenham algo em comum, não. E a mentalidade dos indianos é muito diferente, eles seguem outra lógica, difícil de explicar...tem hora que penso "meu Deus que absurdo!" mas tem hora que digo "Como nunca pensei nisso antes?"

      Concordo com você "modernidade, às vezes, é sinônimo de ignorância". Copiamos aquilo que é moderno, mas a máquina humana continua enferrujada.
      Obrigada!!!
      Bjos!

      Excluir