Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

sábado, 4 de agosto de 2012

Quem são os Sikhs?

São os membros do sikhismo, religião que surgiu na Índia no final do século 15 e combina elementos do islamismo e do hinduísmo. Ela foi fundada pelo guru Nanak (1469-1538), o primeiro dos dez mestres religiosos que lideraram o movimento até o início do século 18. “Trata-se de uma religião monoteísta que ensina ideais que devem ser universalmente aceitos, como honestidade, compaixão, humildade, piedade e tolerância com outras religiões”, afirma Pritam Singh, professor da Universidade Murdoch, na Austrália, e seguidor do sikhismo. O termo sikh deriva do sânscrito sisya, que significa “discípulo”. Os sikhs abominam qualquer tipo de superstição e idolatria e pregam uma mensagem de igualdade racial, justiça social e devoção incondicional a Deus. Para eles, que crêem em karma e reencarnação, a meditação é o caminho para chegar ao Todo-Poderoso. É no estado de Punjab, no norte da Índia, que vive a grande maioria dos 20 milhões de sikhs. Pequenos grupos podem ser encontrados na Malásia, em Cingapura, no Reino Unido, nos Estados Unidos e no Canadá. Desde sua origem, os sikhs lutam pelo direito de constituir uma nação independente e, por isso, muitas vezes entraram em choque com os hindus, que representam a etnia majoritária na Índia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário