Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Novas leis em vilarejo de Saharanpur


Após o panchayat (conselho formado por anciãos) no Asara, a aldeia do distrito de Baghpat impôs várias restrições para as mulheres dois meses atrás, um panchayat de 36 comunidades da aldeia Ghatampura, distrito de Saharanpur emitiu tipo semelhante de ditames bizarros. O panchayat proibiu as mulheres de sairem para fazer compras e se o diktat for violado, as mulheres receberiam uma multa de Rs 500 rúpias. Da mesma forma, se alguém for encontrado tocando música em locais públicos,  vai ter que desembolsar uma multa de Rs 1500. Panchayat também proibiu o consumo de bebida alcoólica, gutka, etc na aldeia.

A reunião foi realizada em Madarsa localizada na parte de Ghangoh que tem a maioria da população Gujjar muçulmana. Sarpanch Ayub, que presidiu a reunião disse que, a partir agora, as mulheres da aldeia não poderiam sair para fazer compras. Elas nem sequer serão autorizados a pegar água das torneiras que estão fora da casa. Panchayat nomeou seis equipes compostas por cinco pessoas em cada equipe, para monitorar a implementação do diktat na aldeia e recolher a multa daqueles que violarem as regras.

Falando sobre isso, SSP DC Mishra disse que o assunto ainda não chegou ao seu conhecimento. Ele assegurou a tomar medidas rigorosas se qualquer caso de violação dos direitos constitucionais de um indivíduo for relatado. Sarpanch Ayub disse que as decisões são tomadas por causa da imagem degradante da aldeia.

Jamia Imam Madarsa Anwar e Sardar Mufti Arshad Faruqui disse que tais decisões são para o bem-estar de sua religião. Mas disse que diktat não deve perturbar o povo.

No início do mês de julho, um diktat semelhante foi emitido na vila de Asata, distrito de Baghpat.. Casamentos por amor foram proibidos, e um alerta foi emitido àqueles que fizerem isso não poderão viver na vila. Houve também um confronto entre a polícia e o panchayat sobre a questão e cinco pessoas de uma mesma família foram mortas depois que um casamento de amor foi realizado.

Pois é..enquanto isso alguns Estados, como Karnataka, foi banido o  uso da burca e do hijab  dentro das faculdades.  Incredible India.





Fonte: Jagran Post

Nenhum comentário:

Postar um comentário