Café com Chai

Observações de uma brasileira sobre a cultura indiana.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

O que é um sikh?

Um modo de vida e filosofia bem à frente de seu tempo quando foi fundada há mais de 500 anos atrás, a religião Sikh hoje tem uma base de mais de 20 milhões de pessoas em todo o mundo. Sikhismo prega uma mensagem de devoção e lembrança de Deus em todos os momentos, vida verdadeira, a igualdade da humanidade, da justiça social e não apóia superstições e rituais cegos. Sikhismo é aberta a todos através dos ensinamentos de seus 10 Gurus consagrados no Livro Sagrado Sikh e  Sri Guru Granth Sahib.


'Sikh' a palavra no idioma punjabi significa "discípulo", sikhs são os discípulos de Deus que seguem os escritos e ensinamentos dos Dez Gurus Sikh. A sabedoria desses ensinamentos no Sri Guru Granth Sahib ( o livro sagarado que dá um total de 11 Gurus) são práticos e universais em seu apelo a toda a humanidade.

"Qualquer ser humano que acredita fielmente em: (i) um ser imortal, (ii) Dez Gurus, de Guru Nanak ao guru Gobind Singh, (iii) O Guru Granth Sahib, (iv) As declarações e ensinamentos dos 10 Gurus e , (v) o batismo legada pelo décimo Guru, e que não deve fidelidade a nenhuma outra religião é um sikh. "(Rehat Maryada, Sikh Código de Conduta)


Filosofia e Crenças

  Há um só Deus. Ele é o mesmo Deus para todas as pessoas de todas as religiões.

  A alma passa por ciclos de nascimentos e mortes antes que ele atinja a forma humana. O objetivo de nossa vida é levar uma existência exemplar para que se possa fundir-se com Deus. Sikhs devem se lembrar de Deus em todos os momentos e práticas que vivem uma vida virtuosa e verdadeira, mantendo um equilíbrio entre as suas obrigações espirituais e obrigações temporais.

  O verdadeiro caminho para alcançar a salvação é se fundindo com Deus não exige a renúncia ao mundo e ao celibato (como é o caso dos padres na Igreja católica, por exemplo), mas viver a vida de um chefe de família, ganhar uma vida honesta e evitar tentações mundanas e pecados é a filosofia sikh.

  Sikhismo não tem rituais como o jejum, lugares de peregrinação, superstições, culto dos mortos, idolatria etc

  Sikhismo prega que as pessoas de diferentes raças, religiões, sexo são todos iguais aos olhos de Deus. Ensina a plena igualdade de homens e mulheres. 

As mulheres podem participar de qualquer função religiosa ou realizar qualquer cerimônia Sikh ou conduzir a congregação em oração.

História e Práticas

O fundador da religião Sikh foi Guru Nanak, que nasceu em 1469. Ele pregou uma mensagem de amor e compreensão . Guru Nanak passou a sua liderança iluminada desta nova religião a nove Gurus sucessivamente. O ultimo guru foi o Guru Gobind Singh que morreu em 1708.


Durante sua vida o Guru Gobind Singh estabeleceu a ordem Khalsa (que significa "O puro"), soldados-santos. Um Khalsa mantém as mais altas virtudes sikh de dedicação, empenho e uma consciência social.  Khalsa são homens e mulheres que se submeteram a cerimônia de batismo Sikh e que siguem rigorosamente o Código de Conduta e Sikh e Convenções que usam os artigos prescritos físicos da fé. Uma das mais notáveis demonstrações de fé ​​é o cabelo sem cortes (necessário ser coberto por um turbante para os homens) e do Kirpan (espada cerimonial).
Khalsa realizando uma marcha

Sikh Khalsa
Membros do Khalsa show exibindo suas medalhas

Antes de sua morte, em 1708 Guru Gobind Singh declarou que os Sikhs já não precisavam de uma vida para guiá-los e nomeou como seu sucessor espiritual Sri Guru Granth Sahib ( o livro sagrado), seu sucessor físico o Khalsa. Guru Gobind Singh sentiu que toda a sabedoria necessária para Sikhs para orientação espiritual em suas vidas diárias poderiam ser encontradas no Sri Guru Granth Sahib, o Guru eterno dos Sikhs. Sri Guru Granth Sahib é único no mundo das escrituras religiosas, porque não só é concedido o estatuto de ser o líder espiritual da religião Sikh, mas além da poesia dos Gurus, também contém os escritos de santos de outras religiões cujos pensamentos foram consistentes com os dos Gurus Sikh.


Sikhismo não tem padres ou sacerdotes, pois estes foram abolidos pelo Guru Gobind Singh. O Guru sentiu que os homens que lideravam a religião haviam se tornado corruptos e cheios de ego, por isso a inexistência de sacerdotes ou líderes. Sikhs só tem guardiões do Guru Granth Sahib (granthi), e qualquer Sikh é livre para ler o Guru Granth Sahib na Gurdwara (um templo Sikh) ou em sua casa. Todas as pessoas de todas as religiões são bem-vindas nos templos, chamados de Gurdwara. 

A cozinha comunitária gratuita pode ser encontrada em todas as Gurdwaras que servem refeições a todas as pessoas de todas as fés, desde hindus, cristãos, muçulmanos ente outros. Guru Nanak começou esta instituição que definem os princípios básicos Sikhs de humildade, serviço e igualdade.
Refeição é servida para todos.

Cozinha do Langar


O mais importante centro histórico religioso para os sikhs é Harmiandir Sahib (Templo Dourado/Golden Temple) em Amritsar, no estado de Punjab, no norte da Índia. É o centro inspirador e histórico do Sikhismo, mas não é um lugar de peregrinação obrigatória ou adoração. Todos os lugares onde o livro sagrado Sri Guru Granth Sahib está instalado são considerados lugares igualmente sagrados para os sikhs.

Toda gurdwara tem o livro sagrado. Ele fica num lugar especial e coberto por um manto .

Nenhum comentário:

Postar um comentário